AUDIOVISUAL

Fórum Movimento de Imagens abre espaço para o cinema experimental

Exibições e conversas com os autores compõem a programação, que se espalha por diferentes locais do Recife e João Pessoa

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 27/11/2015 às 15:14
Abigail Child/Divulgação
Exibições e conversas com os autores compõem a programação, que se espalha por diferentes locais do Recife e João Pessoa - FOTO: Abigail Child/Divulgação
Leitura:

O Fórum Movimento de Imagens é apresentado como um "espaço para encontros e projeções sobre práticas cinematográficas menores, tais como o cinema experimental, filmes e vídeos de artistas". O evento começa nesta sexta-feira (27/11), com a exibição de uma instalação e de dois conjuntos de filmes na Aliança Francesa, mas a programação continua até a próxima quinta-feira (3/12).

Sobre a ideia do Fórum, os organizadores esclarecem que "a necessidade de fazê-lo decorre do reconhecimento de um traço paradoxal das práticas cinematográficas contemporâneas. Por um lado, elas se democratizaram de tal modo que hoje o espaço do cinema tradicional já não é o lugar único ou privilegiado em que filmes são vistos e descobertos. Por outro lado, são tantas as formas e formatos de telas e de espaços expositivos que participam dessa difusão que o acesso às obras se torna difícil".

Esta, que é a primeira edição do evento, destaca as coleções do Museu Nacional de Arte Moderna Centre Georges Pompidou (MNAM) e da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). As obras destes acervos serão apresentadas pelos curadores das instituições, Philippe Alain Michaud (MNAM) e Moacir dos Anjos (FUNDAJ), e pelo curador-geral do Fórum, o artista e pesquisador Yann Beauvais. A artista Rose Lowder também participa das sessões com obras dela.  

 

Programação:

Sexta-feira (27/11), na Aliança Francesa

18h - Abertura da instalação de Rose Lowder, Bouquets 11 a 20 (França)

18h30 - Filmes da coleção do MNAM apresentados por Philippe Alain-Michaud
O sagrado: Figura, desmembramento
Andre Deed, Cretinetti, Che bello! (Itália, 1909, 10’)
Jack Smith, Flaming Creatures (Estados Unidos, 1963, 42’)
Bruce Conner, Breakaway (Estados Unidos, 1966, 5’)
Martin Arnold, Pièce touchée (Áustria, 1989, 15’)

20h - Filmes apresentados por Yann Beauvais
Paolo Gioli, Natura Obscura (Itália, 2013, 8’)
Abigail Child, Elsa merdelamerdelamer (Estados Unidos, 2013, som 3’30)
Damir Ocko, T.K 2014 (Sérvia, 19’30)
Ryan Trecartin, K.CorealNC.K  (Estados Unidos, 2009 som 33’)

 

Sábado (28/11), na Aliança Francesa

18h30 - Filmes de Rose Lowder
Parcelle (1979, 3')
Roulement Rouerie Aubage (1978, 15')
Rue des teinturiers (1979, 31')
Les tournesols (1982, 3’)
Impromptu (1989, 8’)

20h30 - Filmes da coleção do MNAM apresentados por Philippe Alain-Michaud
O sagrado: O lugar, circuncisão
Bruce Nauman, Dance or exercise on the perimeter of a square (EUA, 1968, 8’)
Walter de Maria, Hardcore (EUA, 1969-1972, 29’)
Valérie Jouve, Grand littoral (França, 2003, 20’)
Ronald Nameth, Exploding Plastic Inevitable (EUA, 1967, 14’)

Segunda-feira (30/11), na Aliança Francesa

18h30 - Filmes de Rose Lowder
Quipropquo (1992, 13')
Les Coquelicots (2000, 2')
Bouquet 1 à 10 (1994-95, 11')
Bouquet 21 à 30 (2001-2005, 12’)
Jardin du sel (2011,16’)

20h30 - Mesa-redonda com Philippe Alain-Michaud, Yann Beauvais, Rose Lowder e Moacir dos Anjos.

 

Terça-feira (1º/12), no Cine Aruanda, da Universidade Federal da Paraíba

14h - Filmes de Rose Lowder e conversa com a artista
Roulement Rouerie Aubage (1978, 15’)
Les Tournesols (1982, 3’)
Les coquelicots et voiliers (2001, 2')
Bouquets 1 a 10 (1994-95, 11’)
Quiproquo (1992, 13’)
Bouquets 21-30 (2001-2005, 12')
Jardin du sel (2011, 16’)

Terça-feira (1º/12), no Cinema do Museu, da Fundação Joaquim Nabuco (Casa Forte)

20h - Filmes da coleção da FUNDAJ apresentados por Moacir dos Anjos
Paulo Bruscky, A Dança das partituras (Brasil, 1982, 1’)
Paulo Bruscky, Registros (Brasil, 1979, 4’)
Dennis Oppenheim, A Feedback Situation (EUA, 1971, 3’02’’)
Letícia Parente, Marca registrada (Brasil, 1974, 8’)
Wiliam Kentridge, Automatic Writing (Áfica do Sul, 2003, 2’38”)
Jonathas de Andrade, Pacífico (Brasil, 2010, 12’)
Gordon Matta-Clark, Splitting (EUA, 1974, 10’50”)

 

Quarta-feira (2/12), no Cinema do Museu, da Fundação Joaquim Nabuco

18h30 - Filmes da coleção da Fundaj apresentados por Moacir dos Anjos
Ana Mendieta, Untitled (Chicken Piece, shot #2) (EUA, 1972, 2’57”)
Ana Mendieta, Body Tracks (Blood Sign, #2) (EUA, 1974, 1’)
Berna Reale, Palomo (Brasil, 2012, 3’)
Berna Reale, Imunidade (Brasil, 2013, 3’)
Rodrigo Braga, Casulo (Brasil, 2010, 6’03”)
Francis Alys, El Gringo (Belgica, 2003, 4’12”)
John Baldessari, I am Making Art (EUA, 1971, 18’40”)

20h - Filmes apresentados por Yann Beauvais
Jacques Perconte, L (França, 2014, 16’)
Malcom LeGrice, Finit (Inglaterra, 2011, 12 52’)

Quinta-feira (3/12), no Departamento de Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco

9h - Filmes de Rose Lowder e conversa com a artista
Roulement Rouerie Aubage (1978, 15’)
Les Tournesols (1982, 3’)
Les coquelicots et voiliers (2001, 2')
Bouquets  1 à 10 (1994-95, 11’)
Quiproquo (1992, 13’)
Bouquet 21- 30 (2001 -2005, 12')
Jardin du sel (2011, 16’)

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias