Mercado financeiro

Wall Street tem mais um dia de alta após anúncio do Fed

O Dow Jones Industrial Average bateu os 421,28 pontos

AFP
AFP
Publicado em 18/12/2014 às 21:06
ANDREW BURTON /GETTY IMAGES NORTH AMERICA /AFP
O Dow Jones Industrial Average bateu os 421,28 pontos - FOTO: ANDREW BURTON /GETTY IMAGES NORTH AMERICA /AFP
Leitura:

Um dia após o encontro do Comitê de Política Monetária do Federal Reserve, Wall Street teve seu segundo dia consecutivo de alta nesta quinta-feira, apesar da queda nos preços do petróleo. 

O Dow Jones Industrial Average bateu os 421,28 pontos (2,43%), a 17.778,15 unidades.

O índice ampliado S&P 500 subiu 48,34 pontos (2,40%), a 2.061,23 unidades, enquanto o tecnológico Nasdaq Composite Index avançou 104,08 pontos (2,24%), a 4.748,40 unidades.

"Ficou clara a satisfação do mercado em relação aos anúncios feitos ontem pelo Fed", disse Chris Low, da FTN Financial.

Na última quarta-feira, o Federal Reserve (Fed) manteve inalteradas suas taxas de juros e prometeu que continuarão assim por um "período considerável". O Banco Central americano também melhorou sua previsão de crescimento para 2014 e estimou uma queda no desemprego para esse ano e para 2015.

O Fed anunciou que será "paciente" antes de iniciar uma primeira elevação das taxas de juros, mas continua acompanhando de perto a evolução da inflação. De 2008 até o momento, as taxas de juros estão situadas entre 0% e 0,25% ao ano. A presidente do Fed, Janet Yellen, afirmou que uma elevação das taxas é "pouco provável" nas próximas duas reuniões do FOMC.

O Fed afirmou ainda que o PIB do país crescerá de 2,3% a 2,4% no último trimestre em relação ao mesmo período de 2014, acima da previsão de setembro, segundo novas projeções trimestrais divulgadas pelo Comitê de Política Monetária (FOMC).

No mercado de títulos, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu de 2,15% para 2,20%. O rendimento dos bônus do Tesouro a 30 anos avançou de 2,75% para 2,81%.  


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias