Produção

Arábia Saudita afirma que Opep não reduzirá produção mesmo com barril a 20 dólares

A cotação do petróleo registrou queda de quase 50% desde junho, uma consequência da oferta abundante

Danilo Galindo
Danilo Galindo
Publicado em 23/12/2014 às 10:19
Foto: MARWAN NAAMANI / AFP
A cotação do petróleo registrou queda de quase 50% desde junho, uma consequência da oferta abundante - Foto: MARWAN NAAMANI / AFP
Leitura:

A Opep não reduzirá a produção mesmo que os preços do petróleo registrem queda a 20 dólares o barril, advertiu o ministro do Petróleo saudita em uma entrevista à revista especializada MEES.

"Reduzir a produção não beneficia os produtores da Opep, independente do preço. Mesmo que cai a 20, 40, 50 ou 60 dólares, não é pertinente cortar a oferta", declarou Ali al-Nuaimi em uma entrevista à Middle East Economic Survey.

A cotação do petróleo registrou queda de quase 50% desde junho, uma consequência da oferta abundante, da valorização do dólar e da queda da demanda em um contexto de desaceleração da economia mundial.

O barril tem cotação por volta de 60 dólares, contra 115 em junho, uma tendência acentuada após a decisão de novembro da Opep de manter o teto de produção inalterado, permitindo a estabilização dos preços por conta própria.

Nuaimi, o homem mais influente da Opep, afirmou que o mundo não deve ter mais um barril de petróleo a 100 dólares, segundo o MEES.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias