Negócios

Justiça sul-coreana aprova fusão de duas divisões da Samsung

Holding do grupo Samsung com atividades que vão da moda aos parques de diversão, vai adquirir a Samsung C&T, atuante no comércio e na área da construção

Da AFP
Da AFP
Publicado em 01/07/2015 às 8:03
Foto: YONHAP / AFP
Holding do grupo Samsung com atividades que vão da moda aos parques de diversão, vai adquirir a Samsung C&T, atuante no comércio e na área da construção - FOTO: Foto: YONHAP / AFP
Leitura:

A justiça sul-coreana decidiu nesta quarta-feira a favor da fusão de duas divisões do grupo Samsung, rejeitando o recurso apresentado pelo fundo especulativo americano Elliott Associates LP.

O fundo apresentou um recurso à justiça para impedir o projeto de fusão que pretendia reforçar o controle da família fundadora da gigante sul-coreana em um momento de sucessão.

"O tribunal rejeitou o recurso do fundo Elliott", disse um porta-voz judicial. Segundo os termos do projeto, a Cheil Industries (ex-Everland), holding do grupo Samsung com atividades que vão da moda aos parques de diversão, vai adquirir a Samsung C&T, presente no comércio e na área da construção.

Uma reunião de acionistas está prevista para 17 de julho. O fundo Elliott Associates, controlado por Paul Elliott Singer, é o terceiro maior acionista da Samsung C&T, com uma participação de 7,1%, e considerava que a oferta da Cheil estava "claramente desvalorizada".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias