balança comercial

Balança tem superávit de US$ 140 milhões no mês até dia 12

As exportações somaram US$ 6,752 bilhões e as importações, US$ 6 612 bilhões

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 13/10/2014 às 15:59
Leitura:

A balança comercial brasileira soma um superávit primário de US$ 140 milhões até 12 de outubro de 2014. Segundo os dados divulgados nesta segunda-feira, 13, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações somaram US$ 6,752 bilhões e as importações, US$ 6 612 bilhões. A despeito do resultado positivo acumulado nas duas primeiras semanas, a balança registra déficit de US$ 554 milhões no ano, resultado de exportações de US$ 180,387 bilhões e importações de US$ 180,941 bilhões.

As exportações apresentaram retração nas primeiras semanas do mês. Na comparação entre a média registrada até a segunda semana de outubro (US$ 844,0 milhões) com a de outubro de 2013 (US$ 992 2 milhões), houve queda de 14,9%. Segundo o MDIC, o recuo se explica pela diminuição nas vendas de produtos manufaturados no período, que registraram queda de 26,1%, ao passarem de US$ 427 5 milhões para US$ 316,0 milhões no período.

O ministério explicou ainda que, no grupo de manufaturados, a queda ocorreu por conta de automóveis de passageiros, aviões, motores para veículos e partes, máquinas para terraplenagem, autopeças e motores para veículos. O grupo de itens básicos também apresentou queda, um recuo de 14,2% no período, ao cair de US$ 418,7 milhões para US$ 359,4 milhões. O segmento foi afetado principalmente por vendas menores de minério de ferro, farelo de soja, milho em grão e soja em grão.

O contraponto das exportações foram os semimanufaturados, com alta de 19,0% (subiu de US$ 123,1 milhões para US$ 146,5 milhões). A expansão das vendas no segmento foi influenciada por aumentos de ferro fundido, açúcar em bruto, ferro-ligas, celulose e couros e peles. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias