Rio de Janeiro

Restaurante de Eike Batista tem princípio de incêndio

Empresário Eike Batista passa por um período tenso. Mais cedo, três veículos foram apreendidos por policiais federais na casa de sua ex-mulher

Da Folhapress
Da Folhapress
Publicado em 12/02/2015 às 12:13
Foto: AFP
Empresário Eike Batista passa por um período tenso. Mais cedo, três veículos foram apreendidos por policiais federais na casa de sua ex-mulher - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Um princípio de incêndio atingiu na manhã desta quinta-feira (12), por volta das 9h, o restaurante Mr. Lam, de Eike Batista, na avenida Borges de Medeiros, esquina com a rua Maria Angélica, na Lagoa, zona sul do Rio. Bombeiros do quartel do Humaitá foram acionados, mas ninguém ficou ferido.

Em nota, a assessoria do restaurante informou que o princípio de incêndio foi provocado pelo super aquecimento de um equipamento na cozinha. "Não houve fogo, nem vítimas e logo a fumaça foi controlada pelos bombeiros", afirmou.

Ainda de acordo com a assessoria do restaurante, o estabelecimento não precisou ser interditado e funcionará normalmente nesta quinta, a partir das 19h. A administração foi orientada pelos bombeiros apenas a ligar a luz uma hora e meia depois do acidente.

Às 11h30, a administração do restaurante ainda aguardava o laudo técnico dos bombeiros. A reportagem entrou em contato com o gerente do estabelecimento, mas ele ainda não retornou a ligação.

O empresário Eike Batista passa por um período tenso. Mais cedo, três veículos foram apreendidos por policiais federais na casa de sua ex-mulher e mãe de seus filhos Thor e Olin, Luma de Oliveira. Duas picapes Toyota e uma BMW foram levadas pelos agentes da casa dela, no Jardim Botânico, zona sul carioca.

O empresário Eike Batista chegou uma hora depois de iniciada a ação dos policiais, divididos em quatro equipes -por volta das 6h da manhã.

Eles atendiam o mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz Federal Flávio Roberto de Souza, responsável pela ação penal em que o empresário é réu por crimes contra o mercado de capitais.

Terceiro mandado de busca e apreensão expedido no caso desde sexta-feira (6), o de hoje visa encontrar automóveis e outros bens de valor da ex-modelo.

Nesta quarta-feira (11), a PF apreendeu o iate e jet skis do empresário em Angra. Seis dias atrás, policiais estiveram em seus endereços no Rio para recolher materiais, piano, relógios, obras de arte e seu celular.

Os mandados são desdobramentos da decisão de semana passada em que foram decretados bloqueios de R$ 3 bilhões em bens do empresário, de seus filhos Thor e Olin, da mulher Flávia e da ex-mulher Luma de Oliveira. O valor seria utilizado para pagamento de possíveis multas e indenizações, caso o empresário seja condenado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias