SERVIÇO

'Uber da saúde' leva médicos a atenderem pacientes em casa

O aplicativo, baixado gratuitamente por aparelhos com sistema android ou IOS, permite o cadastro de médicos e oferece aos pacientes a possibilidade de marcarem consultas médicas, vacinas, exames e atendimentos emergenciais domiciliar

JC Online
JC Online
Publicado em 01/07/2016 às 15:45
Foto: Marcos Santos/ USP Imagens.
O aplicativo, baixado gratuitamente por aparelhos com sistema android ou IOS, permite o cadastro de médicos e oferece aos pacientes a possibilidade de marcarem consultas médicas, vacinas, exames e atendimentos emergenciais domiciliar - FOTO: Foto: Marcos Santos/ USP Imagens.
Leitura:

Com a proposta de evitar filas, burocracia e salas de espera, o aplicativo Docway, lançado ano passado em Curitiba, começa a fazer suceso entre os brasileiros. Com cerca de 1.000 profissionais cadastrados, o App oferece atendimento médico domiciliar emergencial ou de forma agendada. Apesar de ainda não ter chegado no Recife, é preciso que os pacientes tomem alguns cuidados para garantir um atendimento seguro.

O aplicativo, baixado gratuitamente por aparelhos com sistema android ou IOS, permite o cadastro de médicos e oferece aos pacientes a possibilidade de marcarem consultas médicas, vacinas, exames e atendimentos emergenciais. O paciente pode escolher um profissional com base na localização ou o preço desejado para o procedimento. No caso de emergência, o paciente não escolhe o médico, mas é atendido por um profissional ao preço fixo de R$ 200.

De acordo com o advogado especialista em Direito à Saúde Luciano Correia Bueno Brandão,"ao solicitar uma consulta através do aplicativo, é importante que o paciente se certifique de que seja gerado algum tipo de comprovante do atendimento pelo médico (que possa ser impresso por e-mail, por exemplo). É uma forma de o paciente  ter  os  dados  do médico (como nome e CRM) e comprovar que naquela data e horário foi realizado um atendimento. O comprovante de pagamento também ajuda."

A ideia do aplicativo é "ser um exemplo de humanização na prestação de cuidados de saúde" tornando a consulta médica prática e confortável.

Ainda segundo Brandão, o paciente que pretender pleitear o reembolso da consulta com o plano de saúde deve se certificar de que seu contrato preveja a possibilidade de reembolso. Em caso positivo, o convênio deverá proceder ao reembolso dentro dos limites previstos em contrato, tal como seria se o paciente se consultasse com um médico não integrante da rede credenciada.  

O Docway deve ampliar suas atividades para Goiânia, Florianópolis, Porto Alegre e Salvador, além de já funcionar em São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Manaus.

Últimas notícias