INCENTIVO

Amazon Web Services lança programa de apoio a negócios com foco em educação no Brasil

Iniciativa garante a empresas de tecnologia com menos de cinco anos de vida, acesso a recursos da AWS

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 28/06/2019 às 10:24
Notícia
Foto: Rafael Roncato/Divulgação
Iniciativa garante a empresas de tecnologia com menos de cinco anos de vida, acesso a recursos da AWS - FOTO: Foto: Rafael Roncato/Divulgação
Leitura:

SÃO PAULO- Num Brasil onde três em cada dez startups fecham as portas antes mesmo de ganharem espaço no mercado, a Amazon Web Services (AWS) começa a atuar como espécie de aceleradora virtual para garantir o desenvolvimento dos negócios de tecnologia voltados para a educação. Através do EDStart, que já teve aportado US$ 2 milhões de dólares em outros países, a AWS irá garantir consultoria, acesso a seus serviços de computação em nuvem e apresentação ao mercado às empresas brasileiras, com menos de cinco anos de existência e faturamento inferior a US$ 10 milhões, que promovam alguma iniciativa de impacto no campo educacional.

O programa, de alcance global, chega pela primeira vez à América Latina, e inicia pelo Brasil seu chamamento com foco nas chamadas EDtechs. Sem custo para os negócios, o objetivo é atuar em prol do desenvolvimento de novas empresas disruptivas que ajudem que tenham o objetivo de impactar o segmento educacional e, por consequência, ajude a melhorar a formação de novos profissionais de Tecnologia da Informação ou até mesmo desenvolvedores focados na computação em nuvem.

"Nosso objetivo é motivar empresas de base tecnológica e que vão diretamente na base de educação. O programa já existe em 34 países, mas na América Latina só estamos lançando agora. Fundamentalmente estamos apoiados em quatro pilares: o desenvolvimento de uma comunidade, aspectos de capacitação, financeiro e de comunicação", diz o Country Manager para o setor público da AWS, Paulo Cunha.

Iniciativas

Atualmente, a comunidade do AWS EDStart conta com mais de 300 negócios beneficiados em todo mundo. Além desse programa, a AWS mantém outras iniciativas como o AWS Educate, AWS Academy e AWS For Research, voltadas a apoio no desenvolvimento educacional e de pesquisa. No caso do EDStart, as empresas apresentam seu projeto, se dentro das diretrizes propostas pela AWS, independente do valor, recebem uma espécie de bônus que é convertido no uso das tecnologias e serviços da Amazon Web Services.

"A gente entende que tem uma necessidade na formação, e nós como empresa temos que ajudar no desenvolvimento disso e investir", afirma o country manager da AWS no Brasil, Cleber Morais.

Para inscrições, as empresas interessadas podem acessar o site aws.amazon.com/pt/education/edstart. O processo é gratuito e sem prazo definido para fim da parceria.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias