aumento

iPhone e Macs mais caros em 2015

Apple reajustou os preços de boa parte do seu portfólio, incluindo toda linha de iPhones a partir do 5S em até 13%

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 03/01/2015 às 7:23
AFP
Apple reajustou os preços de boa parte do seu portfólio, incluindo toda linha de iPhones a partir do 5S em até 13% - FOTO: AFP
Leitura:

Quem investiu em ações da Vale em 2014, perdeu cerca de 34,2%. Quem apostou na Petrobras foi ainda pior: queda de 36,09%. Mas quem investiu num iPhone no ano passado acabou de ver seu produto ser valorizado em até 13,6%. É isso mesmo, o que já era caro ficou mais ainda, uma vez que a Apple reajustou o preço dos seus produtos em sua loja online no Brasil.

A maior variação foi no iPhone 5S de 16 Gb, que passou de R$ 2.199 para R$ 2.499. O top de linha da marca, o iPhone 6 Plus de 128 Gb, saiu dos já absurdos R$ 4.399 e agora custa R$ 4.699, aumento de 6,8%. Além dos smartphones, os computadores Mac Minis, iMacs e Macs Pro também sofreram reajuste.

Não foi dada, até agora, nenhuma explicação oficial para os aumentos nos preços. A assessoria de imprensa da Apple encontra-se de recesso até este domingo, e não emitiu nenhum comunicado oficial. Toda linha de iPhones a partir do 5S ficou mais cara: o modelo de 32 Gb era R$ 2.599 e passou para R$ 2.899; o iPhone 6 de 16 Gb custava R$ 3.199 e passou para R$ 3.499; o de 64 Gb foi de R$ 3.599 para R$ 3.899 e o de 128 Gb passou de R$ 3.999 para R$ 4.299. Já os modelos maiores, o iPhone 6 Plus, passaram de R$ 3.599 para R$ 3.899, no de 16 Gb e de R$ 3.999 para R$ 4.299 com 32 Gb. 

Entre os computadores, a variação de preço ficou entre 5,9% e 13,2%. O iMac mais caro, com 27 polegadas, Intel Core i5 quad core de 3,5GHz e tela Retina 5K ficou mil reais mais caro – passou de R$ 13.999 para R$ 14.999, aumento de 7,1%. Os Mac Minis tiveram uma variação maior, mas um acréscimo menor no preço final do produto. O modelo de 2,6GHz passou de R$ 3.799 para R$ 4.299, aumento de 13,2%. A facada mesmo veio em quem queria comprar um dos superpotentes Macs Pro, já que o computador ficou R$ 2 mil mais caro no modelo com processador hexa-core – pulou dos R$ 21.999 para R$ 23.999, 9,1% mais caro.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias