EMPRESAS

Fórum vai aproximar empresas familiares e inovação tecnológica

Projeto Rumos de governança corporativa realiza dia 20 de setembro fórum no Recife para discutir as empresas e o futuro

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 11/09/2019 às 7:45
Notícia
Bobby Fabisak/JC Imagem
Projeto Rumos de governança corporativa realiza dia 20 de setembro fórum no Recife para discutir as empresas e o futuro - FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Buscar o diálogo entre tradicionais empresas familiares e o ambiente de inovação tecnológica das startups. Este é o objetivo do 5º Fórum Rumo das Empresas Familiares, que acontece dia 20 deste mês, no Cais do Sertão no Bairro do Recife. Com o tema “O futuro das empresas e as empresas do futuro”, o fórum vai reunir profissionais nas áreas de estratégias digitais, tecnologia da informação, inteligência artificial, futurismo e liderança para, através de palestras, debates e reflexões, discutir como as empresas familiares da região estão se organizando em um mundo cada vez mais digital.

“Pernambuco é um polo de referência nacional em desenvolvimento de empresas familiares, assim como o Rio Grande do Sul e São Paulo. Este evento será o início de um novo ciclo de trocas de experiências entre o ecossistema do Porto Digital e as corporações familiares locais”, afirmou Antônio Jorge Araújo, sócio diretor da AJA Gestão & Governança e conselheiro do Projeto Rumo, organizador do evento. Segundo Elane Cabral, diretora técnica do Projeto Rumo, as empresas com maior longevidade são, geralmente, as que têm controle familiar. “Por outro lado, o tema inovação, que é um vetor de longevidade, ainda causa muita perplexidade nesse ambiente corporativo porque, de um modo geral, as empresas familiares são mais conservadoras o que fazem com que elas assistam o mundo mudando e não participem dessas mudanças”.

EMPRESAS

Elane Cabral cita ainda estatísticas que apontam ser de 30% o percentual de empresas que sobrevivem à transição da primeira para a segunda geração. E as que chegam a quarta geração são apenas 3%, “demonstrando o desafio que é organizar a sucessão dentro das famílias”, diz Elane Cabral. Para Boris Berenstein, empresário e presidente do Projeto Rumo, “Os negócios se sucedem e as pessoas também se sucedem. No popular, cachorro velho não aprende truque novo, mas não vamos generalizar. Meu papel hoje na empresa é de dar suporte aos meus sucessores e encontrar soluções para a longevidade do negócio. São muitos os caminhos mas as mudanças acontecem muito mais rápido do que aconteciam antigamente”, diz Boris Berenstein, que está preparando a sucessão familiar da sua rede de Centro de Diagnósticos.

Dividido em painéis que abordarão o futuro das empresas e das lideranças, o fórum contará com palestras de Marcelo Bressan, consultor de qualificação no Centro de Estudos Avançados do Recife (Cesar); Jacques Sarfatti, headhunter e presidente da Russel Reynolds Associates; Carolina Cintra,Wealth Advisor do J.P Morgan; André Ferraz, CEO e fundador da In Loco Media; Paulo Sales, copresidnte do Grupo Moura; Zaima Milazzo, presidente do conselho da Algar Telecom, entre outros.  As inscrições para o 5° Fórum Rumo das empresas familiares podem ser feitas pelo site www.5forumrumo.com.br e custam a partir de R$ 450.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias