Imposto

Pague o IPTU 2015 à vista e saia no lucro

Descontos do Recife e outras cidades de Pernambuco fazem cota única ser opção vantajosa

Giovanni Sandes
Giovanni Sandes
Publicado em 06/01/2015 às 5:40
Hélia Scheppa/ JC Imagem
Descontos do Recife e outras cidades de Pernambuco fazem cota única ser opção vantajosa - FOTO: Hélia Scheppa/ JC Imagem
Leitura:

A rotina é a mesma: o ano mal começa, os Correios logo trazem os carnês do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Desta vez, porém, em meio a previsões de inflação em alta e do ano difícil na economia, quem tem um dinheirinho no banco quer fazer ele render. E a pergunta ganha mais peso: é melhor pagar o IPTU à vista ou parcelar? Para quem mora em Pernambuco, quitar o imposto de uma vez é vantagem. Enquanto outras cidades do País, como Rio de Janeiro e São Paulo, ao longo dos anos reduziram os descontos da cota única para 5% ou menos, o que faz o pagamento à vista não valer a pena em época de inflação alta, em Pernambuco o abatimento é maior. A Prefeitura do Recife concede 10% de desconto e em municípios como Jaboatão dos Guararapes a redução chega a 30%.

Via de regra, o desconto no IPTU só vale para quem está em dia com o tributo. É o caso da Prefeitura do Recife, que informou já ter iniciado o envio dos mais de 322 mil boletos, com primeiro vencimento para 10 de fevereiro. Quem quiser não precisa esperar a fatura. Já pode entrar no site www.recife.pe.gov.br e clicar no link “Atendimento ao Contribuinte”.

Mas não é preciso checar o boleto para saber se vale a pena pagar à vista. Imagine que seu IPTU seja de R$ 1.000. Se você paga o imposto no Recife, o valor à vista cairia para R$ 900. Diz o ditado: dinheiro poupado é dinheiro ganho. Seu “lucro”, nesse caso, seria de R$ 100. Agora compare com o parcelamento, em 10 vezes. 

“Se você aplicasse o dinheiro no mesmo período na poupança ou renda fixa, qual seria seu lucro?”, questiona Roberto Ferreira, professor de mercado de capitais da Faculdade Guararapes.

Com juros em torno de 0,56% ao mês, a poupança renderia apenas R$ 51,69. Se pagar o IPTU do Recife à vista fosse um investimento, renderia por mês mais de 2%.

Descontos superiores a 10%, claro, dão um “lucro” ainda maior. “Em outras cidades da região metropolitana e do interior, os descontos passam de 20%”, diz Ferreira. É o caso de Jaboatão e Olinda, com percentuais de 30% para quem está em dia e não tem pendências com o imposto.

De uma forma geral, o economista Jocildo Bezerra, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), enfatiza que olhar para o desconto não é a única forma de descobrir se ele vale ou não a pena. “Pense no custo do dinheiro no tempo. Se o seu ganho for de ao menos 1% ao mês, já vale a pena”, afirma.

A regra é importante porque Brasil afora pagar o IPTU à vista nem sempre é um bom negócio. “Algumas prefeituras, nos últimos anos, começaram a reduzir essa vantagem. Em São Paulo a prefeitura só concede 4% de desconto e o Rio, apenas 5%”, explica Roberto Ferreira.

Seja em um imposto, seja na compra de uma mercadoria qualquer, diz ele, é sempre mais vantajoso pagar à vista. “Se você tem dinheiro para negociar um desconto, para quê vai pagar juros no cartão de crédito?”, questiona o analista.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias