CAFÉ

Grupo 3corações aposta na nostalgia do Café Cirol no Estado

Grupo vai apostar R$ 20 milhões em marketing em várias plataformas

Da editoria de Economia
Da editoria de Economia
Publicado em 28/09/2017 às 7:02
Foto: Sol Pulquerio/Divulgação
Grupo vai apostar R$ 20 milhões em marketing em várias plataformas - FOTO: Foto: Sol Pulquerio/Divulgação
Leitura:

O Café Cirol, velho conhecido do pernambucano, vai voltar às gôndolas de padarias e supermercados do Estado nas próximas semanas. Após quase dez anos distante do mercado, a marca está de volta com os produtos café torrado e moído, solúvel, filtros de café e o flocão Real Mil. O grupo 3corações, que arrematou a marca em leilão em março deste ano, aposta na identificação forte do pernambucano com o Cirol Royal.

Para despertar o sentimento de nostalgia, a 3corações vai investir cerca de R$ 20 milhões neste e no próximo ano com plano de marketing integrado 360º, que inclui divulgação na TV aberta, plataformas digitais, mídia externa e pontos de venda na região.

Em outubro, uma placa luminosa com o nome Café Cirol será colocada na Avenida Antonio de Goes, no Pina, na Zona Sul do Recife, no mesmo lugar onde havia uma placa da Cirol Royal. O café também retorna com slogan semelhante. Em vez de “Honestamente café”, será “Honestamente, é o seu café”. A embalagem dos produtos será a mesma, com as cores vermelho e preto.

“No coração do pernambucano, ainda bate forte a marca Cirol Royal. Estamos fazendo o lançamento acreditando que vamos fortalecer mais o laço com os consumidores. O Cirol vai vir como uma marca premium”, comenta o presidente do grupo 3corações, Pedro Lima. O café será produzido na fábrica em Natal.

Nos R$ 20 milhões, também está incluído o valor da arrematação da marca, R$ 2,2 milhões. O leilão foi realizado pela Justiça do Trabalho para pagar créditos trabalhistas de ex-empregados da Cirol. Não houve compras de ativos. A fábrica, na Avenida Recife, continua com o antigo dono. A estratégia de investir em uma marca de café local forte não é nova para o grupo 3 Corações. Eles são donos também do café Itamaraty, em Londrina, no Paraná, por exemplo.

MARKET SHARE

Com a marca Santa Clara, o grupo possui 50% do market share no Recife e aproximadamente 40% no Estado. Segundo Pedro Lima, o consumidor de Pernambuco é que vai escolher o seu café preferido. Mas há uma forte aposta no Café Cirol, que foi criado em 1945 e era referência, até ser descontinuado, em 2009. A ideia é resgatar os blends originais e criar novos depois, na linha de cafés especiais. Também analisam a possibilidade de exportar para outros Estados. “Identificamos que existe presença forte na Paraíba e no Rio Grande do Norte. Queremos consolidar a marca no Estado e, depois, pensar em expansão”, comenta Pedro.

Últimas notícias