Agropecuária

Exposição de Animais começa neste sábado no Cordeiro

A 77ª edição promete uma programação familiar para mais de 200 mil pessoas

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Publicado em 29/10/2018 às 13:08
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
A 77ª edição promete uma programação familiar para mais de 200 mil pessoas - FOTO: Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

Buscando reunir famílias, expositores e criadores de animais, a Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados (ENADP) aporta no Parque de Exposições do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, em sua 77ª edição. O evento, considerado o maior do Nordeste, começa no sábado (3) e vai até o dia 11 de novembro. Durante a programação, pecuaristas de toda a região podem fechar negócios através de leilões, vendas e exposições de ovinos, bovinos, equinos, suínos e caprinos de alta linhagem genética.

Há uma estimativa de circulação de 200 mil pessoas durante os oito dias de feira no Cordeiro. Com realização da Sociedade Nordestina dos Criadores (SNC), em parceria com a Secretaria de Agricultura de Pernambuco, a exposição deve movimentar R$ 20 milhões em rodadas de negociações. Apesar disso, o grande público também vai ter acesso, já que 4 mil animais serão apostos, incluindo os de pequeno porte.

No cronograma estão previstos cinco leilões. O primeiro, na terça-feira (6), vai ser de cavalos da raça Quarto de Milha. Outros dois, durante os dias 8 e 9, vão ser realizados os de ovinos da raça Santa Inês, que conta com uma mostra de 600 animais na exposição. No mesmo dia 9, vai ocorrer o Leilão Nordeste Marchador, da raça de cavalos Manga Larga Marchador. E o último, no dia 10 de novembro, acontece o leilão de caprinos e ovinos.

Além dos animais, todo o evento vai contar com equipamentos voltados ao setor pecuarista. Máquinas, veículos leves e pesados estarão disponíveis aos compradores. “A gente vai contar com linhas de créditos especiais e a participação de instituições que vão ajudar na negociação, como o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste”, afirma o presidente da Sociedade, Emanuel Rocha.

Programação familiar

Um dos legados trazidos pela Exposição Nordestina é a participação familiar. No local de exposição, foram montados espaços para diversão de todos os públicos. Um parque de diversões foi montado para atender adultos, jovens e crianças. “Temos passeios de animais, como pônei, para crianças. A exibição de peixes ornamentais também é bastante interessante”, ressalta Emanuel Rocha.

Para o presidente da Associação Pernambucana dos Criadores de Caprinos e Ovinos, João Carlos Paes Mendonça Tavares de Melo, a intenção também é se conectar com pessoas que não são ligadas às atividades do campo. “O evento é o momento ideal para quem nunca teve contato com o campo e tudo isso é proposto dentro da programação”, completa o João Carlos Paes Mendonça Tavares de Melo.

Durante os dias de feira, o Parque de Exposições do Cordeiro vai estar aberto a partir das 9h. O evento é aberto ao público e os ingressos podem ser adquiridos no local, nos valores de R$ 5 a R$ 10, de segunda a quinta, e de R$ 6 a R$ 12, das sextas ao domingo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias