MONTADORA

Expansão e mais empregos em fábricas de fornecedores da Jeep em Pernambuco

Até 2024, número de empresas fornecedoras para a fábrica de Goiana deve crescer de 30 a 50

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 13/02/2020 às 9:31
Notícia
Foto: Divulgação
Até 2024, número de empresas fornecedoras para a fábrica de Goiana deve crescer de 30 a 50 - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

A FCA/Jeep projeta uma nova expansão no número de fornecedoras de componentes para a fábrica de Goiana. O número de empresas vai crescer das atuais 30 fornecedoras para 50 até 2024. O anúncio foi feito nessa quarta-feira (12) por Antônio Filosa, presidente para a América Latina do grupo FCA. A expansão faz parte dos R$ 6,5 bilhões de investimentos da FCA na planta de Goiana.

» Jeep dá exemplo na produção de carro mais sustentável

» Nota da fusão entre Fiat e Peugeot cita importância da posição da Jeep em Pernambuco

» Polo automotivo Jeep vai gerar 1.900 novos empregos

"As novas empresas ficarão distribuídas no entorno da fábrica, em vários municípios, e não mais no nosso parque de fornecedores", declarou Antônio Filosa. A estratégia é para melhorar a logística da fábrica principal e reduzir custos de produção e deve ter grande impacto na geração de empregos no Estado. No mês passado, a japonesa Yazaki iniciou a construção de uma fábrica de componentes elétricos no município de Bonito, agreste de Pernambuco, prometendo gerar 1,6 mil novas vagas de trabalho.

No próximo mês de abril a fábrica da FCA/Jeep completa cinco anos com cerca de 800 mil veículos produzidos. "Em 2021 queremos comemorar seis anos da fábrica de Goiana com um total de 1 milhão de veículos produzidos", afirmou Filosa. Ainda este ano a Jeep começa a produzir o quarto modelo feito em Pernambuco, o Compass de 7 lugares, que será o SUV mais sofisticado da linha. A marca também vai renovar os modelos Renegade e Fiat Toro em tecnologia, mecânica e design.

Carro elétrico

O presidente do grupo FCA para a América Latina também anunciou para o final de 2020 a chegada ao Brasil do primeiro carro 100% elétrico da Fiat. O compacto 500, que será importado da Europa. Para o próximo ano, a Jeep quer vender no país uma versão híbrida (elétrica/flex) do Jeep Compass, também importado.

Crescimento

O grupo FCA divulgou um lucro líquido de 500 milhões de euros na América Latina em 2019. No Brasil o crescimento foi de 1,1% em market share. "Para 2020 projetamos um crescimento de 6% na América Latina, puxado pelo Brasil e apesar de uma queda prevista no mercado argentino entre 10% e 15%" afirmou Filosa.

O repórter viajou a convite da FCA.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias