Luto

Em 1999, produtora de Luciano do Valle fez parceria com a TV Pernambuco

Jornalista esportivo faleceu neste sábado, depois de passar mal em um voo

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 19/04/2014 às 18:00
Leitura:

Em 1999, reportagem de Janaína Lima, do Jornal do Commercio, divulgava a parceria da produtora de Luciano do Valle, a TVI, com a estatal TV Pernambuco, para a transmissão das partidas do Campeonato Pernambucano, Copa Nordeste, basquete do Sport e boxe local. A produtora compraria seis horas diárias de programação para dedicar aos esportes. Ele tinha ainda projetos de investir em programas culturais, com Dominguinhos, Nando Cordel e Marron. 

Confira a reportagem publicada no JC Online em 1999:

Nova TV Pernambuco entra em campo

20/02/1999

por JANAÍNA LIMA

Quem sintonizar a TV Pernambuco terá uma surpresa. Estréia uma programação totalmente diferente, com novos rostos, vinhetas, programas e segmentos. Após mais uma grave crise que se abateu na emissora, quando foram dispensados quase todos os funcionários, e a produção local foi paralisada, o canal troca de grade de programação, abandonando a paranaense CNT e aderindo ao Canal 21, representado pela Band Sat.

A novidade surge como uma boa promessa de melhora na qualidade da programação da emissora (outrora reduzida ao Papo Gostoso, programa de tele-sexo que é responsável pelos picos de audiência da CNT todas as noites). "Achamos que a programação do Canal 21 é mais condizente com o perfil de uma emissora estatal", explicou o diretor do Detelpe, João Alberto Asfora. O órgão é o responsável pela administração da emissora estatal.

Criado há dois anos, o Canal 21, integra o sistema Rede Bandeirantes, que inclui ainda a Band, a rádio Band FM, a RB TV, e é voltado especificamente para o estado de São Paulo. A base da programação da emissora é o jornalismo, que conta com uma equipe de 50 profissionais que se encarregam de manter no ar três telejornais: Jornal S. Paulo 1º Edição, Jornal S. Paulo 2º Edição e Jornal das Dez.

Outro diferencial do Canal 21 é o empenho de aproximar os telespectadores à emissora através de vinhetas divertidas e de uma cabine que circula pelos principais pontos e eventos do estado de São Paulo, abrindo espaço para que o público fale o que quiser. Vale até declaração de amor. Apenas as melhores mensagens é que vão ao ar durante a programação.

MAIS NOVIDADES - As mudanças na programação da emissora incluem ainda a venda de seis horas diárias da programação da TV Pernambuco para a produtora TVI, que tem como um dos sócios o jornalista Luciano do Valle. "Com o enxugamento dos gastos no Governo tivemos que encerrar a produção local. A venda dessas seis horas para Luciano do Valle possibilitou o retorno dos programas locais. Desde o início do Campeonato Pernambucano deste ano que Luciano já vinha apresentando os jogos. O próximo passo será incrementar o setor de variedades", explica João Alberto Asfora.

Além de ficar responsável pela produção local, Luciano do Valle também assumirá a comercialização dos programas. "O contrato inclui o repasse de 50% do total dos anúncios para o Detelpe", completa.

Para Luciano do Valle, o momento é de arregaçar as mangas e investir na TV Pernambuco. "Estamos apenas iniciando uma jornada, temos que ir devagar", diz. Mas devagar, devagarinho (como diz aquela música de Martinho da Vila) o objetivo deste paulista apaixonado por Pernambuco é abrir espaço para a cultura, o esporte e o jornalismo local.

"A idéia é implementar uma faixa diária de duas horas de esportes, transmitindo a Copa Nordeste, o Campeonato Pernambucano, o desempenho da equipe de basquete do Sport, o boxe local, buscando mater uma faixa nobre do esporte... Vamos fortalecer também o jornalismo, até porque o Canal 21 é muito forte nessa área, então temos que crescer muito, a partir de Caruaru, que é a sede da emissora", assinala Luciano.

Não podemos esquecer que o investimento no setor jornalístico inclui necessariamente a contratação de profissionais locais, uma ótima notícia para o mercado de comunicação pernambucano. Luciano do Valle informaou ainda que uma das metas é o desenvolvimento de uma estrutura jornalística também no interior do estado.

Em se tratando de cultura, os planos de Luciano do Valle são ainda mais ousados. "Pretendo convidar os grandes artistas locais, como Dominguinhos, Nando Cordel e Marron, para apresentarem programas musicais", conclui o locutor, destacando ainda que já estão sendo providenciados novos equipamentos para a TV Pernambuco. "O que se dispõe hoje é muito antigo, sem condições de trabalho".

PRIVATIZAÇÃO - As novidades na TV Pernambuco (nome de fantasia) incluem ainda o início do processo de privatização da estatal. "A empresa TV Pernambuco não existe realmente, o que existe é o Detelpe (Departamento de Telecomunicações de Pernambuco). Até o final deste mês estaremos dando entrada na criação da empresa de capital misto TV Pernambuco/S.A, e possivelmente, no início do ano 2.000 iniciaremos o processo de venda de 49% das ações da empresa", conta Asfora.

Outra possível mudança para o próximo ano é a transferência da TV Pernambuco do canal 9, pertencente aos Diários Associados. "O nosso canal de origem é o canal 12, em Caruaru. As negociações em torno do canal 9 foram concluídas no final do ano passado, com os Diários Associados tendo ganho a licitação do canal. Mas eles só devem assumi-lo daqui há um ano. Possivelmente, quando isso acontecer, iremos para o canal 41, em UHF", conclui João Alberto Asfora.


Últimas notícias