Briga

Confusão e vandalismo no trajeto de metrô até a Arena Pernambuco

Torcedores e seguranças do Metrorec entraram em confronto em algumas estações

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 23/04/2014 às 22:00
Elias Roma Neto/JC
Torcedores e seguranças do Metrorec entraram em confronto em algumas estações - FOTO: Elias Roma Neto/JC
Leitura:

A reportagem do Jornal do Commercio fez, nesta quarta-feira (23/4) o trajeto até a Arena Pernambuco, onde acontece a final do Campeonaro Pernambucano, utilizando o metrô, embarcando na estação Joana Bezerra e descendo na Cosme e Damião. Desde o primeiro momento o clima foi tenso, com confusões entre os seguranças e torcedores de uniformizadas - sem as camisas, por causa da proibição.

O pior ponto foi na estação Barro. No último vagão, repleto de alvirrubros, dois torcedores tinham a camisa do Sport. Os vigilantes seguraram a viagem para fazer os rubro-negros descerem. No processo, começou uma confusão generalizada.

Muitos dos alvirrubros foram retirados à força. Os socos e pontapés no vagão lotado deixaram os outros passageiros - que não tinham nada a ver com o jogo - acuados. Quando o metrô voltou a andar, os torcedores que não desceram começaram a chutar e esmurrar a janela de vidro de uma das portas.

Um dos mais exaltados quebrou a janela e teve um corte profundo na perna. O vagão ficou com bastante sangue no chão e o clima continuou pesado até a entrada de outros seguranças - após pedido de socorro ao alvirrubro, que teve de descer para ser atendido.

Antes mesmo da viagem, já havia acontecido uma confusão na estação Joana Bezerra. Um rapaz com a camisa da Inferno Coral, do Santa Cruz, se envolveu em uma confusão com outro sem camisa de clube. Os seguranças e a Polícia Militar intervieram com muita força. Os seguranças, inclusive, ameaçaram a reportagem para que as fotos fossem apagadas.

Últimas notícias