Objetivo

Para Mauro Fernandes, objetivo do Central 'é ser campeão da Série D'

Técnico renovou com o Central para a disputa do Campeonato Brasileiro e traçou um objetivo alto para a competição

Heitor Nery
Heitor Nery
Publicado em 12/04/2018 às 17:20
Alexandre Gondim/JC Imagem
Técnico renovou com o Central para a disputa do Campeonato Brasileiro e traçou um objetivo alto para a competição - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Após o vice-campeonato do Pernambucano, a equipe do Central segue sonhando alto para o restante da temporada. O técnico Mauro Fernandes, que renovou o contrato para a disputa da Série D, declarou que o objetivo do clube agora para 2018 é conquistar o título da quarta divisão nacional.

"Estamos nos preparando para organizar a equipe, dentro das necessidades que nós vamos ter para este campeonato. Vamos contratar alguns jogadores pontuais para o nosso time e o objetivo agora é ser Campeão da Série D. O Central está com um projeto arrojado para o clube, até pela resposta positiva que o torcedor deu agora, demonstrou confiança na equipe e agora cabe aos jogadores e a comissão técnica passar essa confiança para fora do campo para que a torcida compre novamente a ideia da diretoria do Central".

De acordo com Mauro Fernandes, a perspectiva do clube é que o clube siga evoluindo para projetar um bom ano de 2019, quando o Central irá completar o seu centenário. E, quem sabe, conquistar o primeiro título estadual no ano que vem.

"O objetivo é subir e brigar pelo título do Brasileirão e deixar o clube numa melhor condição para 2019, que é o ano de nosso centenário. E que poderia possibilitar ao clube sonhar também com um título pernambucano".

Reforços

Mauro também falou sobre a busca por reforços da equipe para a disputa da Série D. Ele citou as melhorias provocadas pela boa campanha no Pernambucano e pela melhor gestão do Central para atrair novos jogadores para o time.

Esses dias tenho conversado bastante com a diretoria em busca de fazer aquilo que é melhor para o Central. Nós não podemos sair contratando qualquer jogador, até porque temos um grupo qualificado, mas precisamos melhorar bastante esse grupo, porque hoje todo mundo quer jogar no Central. No final do ano, no início da temporada agora, ninguém queria vir jogar no Central. Mas agora, graças a Deus, a própria estrutura do Central, sua diretoria, uma diretoria que cumpre com seus deveres, fez com que o Central ganhasse credibilidade não só na cidade de Caruaru, mas em todo estado e também no país, porque os jogadores hoje se comunicam muito entre eles", afirmou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias