INCÊNDIO

Clubes e atletas lamentam tragédia no CT do Flamengo

O incêndio deixou dez pessoas mortas e outras três feridas, uma delas em estado gravíssimo

JC Online
JC Online
Publicado em 08/02/2019 às 9:10
Analise
Foto: Reprodução/SBT Rio
O incêndio deixou dez pessoas mortas e outras três feridas, uma delas em estado gravíssimo - FOTO: Foto: Reprodução/SBT Rio
Leitura:

Vários times e atletas, por meio das redes sociais, lamentaram o incêndio que atingiu o Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (8). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a tragédia deixou dez pessoas mortas e outras três feridas, uma delas em estado gravíssimo.

Entre os clubes que demonstraram solidariedade estão a Chapecoense, Corinthians e Ponte Preta. Em suas redes oficiais, Fluminense e Botafogo, rivais do time rubro-negro, lamentaram incêndio ocorrido no Ninho do Urubu, como é chamado o CT do clube carioca. O Flamengo enfrentaria o Fluminense neste sábado pela semifinal da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca. Porém a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) afirmou que não há mais clima para a realização do clássico.

O Clube Náutico Capibaribe usou o Twitter para expressar solidariedade ao Flamengo e familiares das vítimas do incêndio. O Sport Club do Recife manifestou seu pesar nas redes sociais e declarou apoio ao Flamengo. O Santa Cruz desejou forças ao clube do Rio de Janeiro, às famílias das vítimas e aos torcedores.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por meio de sua página oficial no Twitter, disse que "acompanha com consternação as primeiras informações sobre a tragédia no CT do Flamengo." O clube espanhol Real Madrid, em comunicado oficial, afirmou que demonstra "sua solidariedade com o Flamengo, com seus torcedores e com o futebol brasileiro."

Atletas

Ex-jogadores do clube também lamentaram o incêndio no CT do time que defenderam. Atletas de outros clubes também se solidarizaram com o Flamengo e os familiares das vítimas. O jogador Vinícius Jr., atualmente no Real Madrid, escreveu "Que notícia triste! Oremos por todos! Força, força e força", ao lamentar o acontecimento.

Nomes que marcaram a história do time rubro-negro, como Zico e Romário, usaram as redes sociais para lamentar a tragédia. Ídolo do Flamengo, Zico afirmou ser um choque a notícia e pediu que as causas do incêndio sejam apuradas. "Que tragédia essa com a base do Flamengo! Que choque receber essa notícia aqui, do outro lado do mundo", afirmou Zico, que atualmente trabalha no Japão.

Usando sua conta no Facebook, o ex-jogador desejou "que Deus conforte os familiares que perderam seus filhos, netos, irmãos, sobrinhos,enfim parentes". Formado na base do Flamengo, Zico lembrou o sonho de muitos adolescentes de mudar de vida com o futebol: "Meninos que sonhavam com um futuro e muitos, sem dúvida, em ajudar suas famílias".

Zico cobrou a apuração do incêndio: "Que se apure tudo, pois uma tragédia como essa não pode passar em branco. Vidas se foram". Ele desejou que a "nação rubro-negra tenha força e fé para superar este momento".

Já Romário, atualmente senador pelo Rio de Janeiro, demonstrou solidariedade aos familiares dos jovens e ao Flamengo . O ex-jogador, que passou pelo clube na década de 90, afirmou ainda que a tragédia interrompeu sonhos e devastou famílias.

O atacante da Seleção Brasileira, Neymar Jr, expressou seus sentimentos pela tragédia que atingiu os rubro-negros cariocas nesta sexta-feira (8).

O ex-atacante Ronaldinho Gaúcho classificou, em suas redes sociais, o incêndio desta sexta como "terrível tragédia". 

Últimas notícias