Campeonato Pernambucano

Equilíbrio do Náutico contra o Afogados agrada ao técnico

Mesmo com sete mudanças em relação ao último jogo, time foi bastante regular neste domingo

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 24/02/2019 às 20:41
Foto: Léo Lemos/Náutico
Mesmo com sete mudanças em relação ao último jogo, time foi bastante regular neste domingo - FOTO: Foto: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

O Náutico chegou para o duelo contra o Afogados com sete mudanças em relação a equipe que atuou diante do Santa Cruz, na última quarta-feira. O técnico perdeu jogadores importantes, como Wallace Pernambucano e Jorge Henrique, por lesão. Outras mudanças foram na defesa, que foi toda alterada. Os quatro jogadores da primeira linha foram trocados, contando até com a improvisação de Josa na lateral esquerda. O capitão timbu assumiu a vaga do contestado Gabriel Araújo. A vitória por 3 a 1 já trouxe consigo um melhor desempenho, elogiado pelo treinador.

“Tivemos a manutenção de alguns jogadores e contratação de outros para chegar na titularidade. Pudemos observar alguns jovens e hoje tinham seis formados na base do Náutico. A cobrança existe independente de atleta que estiver em campo. Sendo garoto ou não, a entidade Clube Náutico Capibaribe é que está sendo representada no campo. Antes do último jogo contra o Flamengo, estávamos falando desse jogo e falamos aqui chegando com um ponto a mais (que o Afogados) para entrar na competição”, falou Márcio Goiano.

Apresentou melhora

O Náutico dominou a partida do início ao fim. Teve maior efetividade ofensiva com relação à Coruja e não sofreu grandes sustos na defesa, apesar do gol sofrido de falta. Mesmo com a diferença técnica do adversário, foi uma atuação melhor com relação ao jogo da última quarta-feira, diante do Santa Cruz. Com uma equipe mais equilibrada, o Timbu chegou à sua quarta vitória consecutiva no estadual. Agora, já mira o Salgueiro, no estádio dos Aflitos, às 21h30 da próxima quarta, pelo Campeonato Pernambucano.

“Fico feliz pela vitória e o jogo foi até tranquilo. Conseguimos manter uma regularidade e tivemos a oportunidade de fazer mais gols. (Fizemos um) primeiro tempo seguro, o segundo tempo com alguns sustos, mas isso é normal do futebol. Tivemos esse equilíbrio e chegamos no adversário e aproveitando essa oportunidade de que estão tendo. E quarta já temos mais um jogo difícil contra o Salgueiro”, concluiu o comandante.

Últimas notícias