COPA PERNAMBUCO

Santa Cruz conquista Copa Pernambuco ao vencer o Náutico por 2x1

Os gols da partida foram marcados por Rangerson e Leozinho, para o Santa Cruz, com Erick Maranhão marcando para o Náutico

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 06/12/2019 às 16:59
Notícia
Foto: Léo Lemos/ Náutico
Os gols da partida foram marcados por Rangerson e Leozinho, para o Santa Cruz, com Erick Maranhão marcando para o Náutico - FOTO: Foto: Léo Lemos/ Náutico
Leitura:

No Centro de Treinamento do Retrô, Santa Cruz e Náutico se enfrentaram em busca do título da Copa Pernambuco. Melhor para o Tricolor, que venceu por 2 a 1 e conquistou seu quinto troféu do torneio. Em jogo bastante pegado, da forma que é clássico, as duas equipes batalharam bastante. Diante de dirigentes e profissionais da equipe principal, a observação foi válida por todas as partes. É possível que alguns dos nomes que estiveram nesta final, seja pelo Mais Querido ou pelo Timbu, darão seus primeiros passos no profissional em 2020.

O JOGO

Apesar do primeiro tempo truncado, o Náutico conseguiu ser superior no duelo. Muitas disputas físicas no meio de campo, com muito “perde e ganha”. Mas o meio de campo do Náutico conseguiu se sobressair nos duelos, evitando a maior parte das investidas corais. Juninho Carpina foi o melhor na primeira etapa, armando as principais jogadas alvirrubras, acionando os atacantes.

Em uma dessas investidas, o gol saiu aos 22 minutos. Juninho Carpina recebeu lançamento pela esquerda, se livrou do marcador e tocou para Erick Maranhão. O camisa nove invadiu a área e bateu na saída do goleiro. Logo que marcou, se machucou e foi substituído. Aos 46, outra grande oportunidade criada pelo armador timbu. Juninho Carpina tocou para Neto na entrada da área. Livre de marcação, ele bateu por cima da meta.

O Santa Cruz encontrou várias dificuldades para criar. Com uma marcação forte, Leozinho, artilheiro da competição com seis gols, mal apareceu na partida. Na tentativa de tocar a bola pelo meio sendo falha, o Tricolor buscou a ligação direta, que também foi pouco efetiva.

SEGUNDO TEMPO

Precisando do resultado, o time coral buscou o resultado desde o começo. Subiu a marcação e manteve a posse de bola, enquanto também tentava aumentar o ritmo da partida. O Náutico baixou suas linhas e manteve a pegada para que o ataque do Santa não tive muito tempo para pensar.

Se através das jogadas trabalhadas não saía, na bola parada o empate surgiu. Aos 18 minutos, em falta cobrada por Augusto Potiguar, Rangerson se antecipou e desviou a bola, tirando do alcance de João. Depois do tento, a partida voltou a se equilibrar. Jogo mais uma vez pegado e o Timbu ficou mais exposto. Dessa forma veio a virada

Aos 29, contra-ataque rápido do Mais Querido. Roubada de bola na intermediária, João Cardoso lançou Patrick na direita. Ele ajeitou para Augusto Potiguar, que cruzou na medida para Leozinho, de cabeça, marcar. O Santa Cruz se inflamou com o gol. Fechou a marcação e conteve as investidas do Náutico, que caiu de produção na segunda etapa e acabou derrotado no Clássico das Emoções.

FICHA DE JOGO

SANTA CRUZ

Maycon; Carlos Augusto, Rangerson, Italo Melo e Luizinho; Zé Augusto, Ítalo Henrique (Vinícius Diniz) e João Cardoso (André), Augusto Potiguar, Patrick e Leozinho. Técnico: Paulo Massaro

NÁUTICO

João; Bahia, Carlão, Itambé e Vellaske; Luciano (Miro), Luís Felipe e Juninho Carpina, Júlio, Erick Maranhão (Lucas Bala) e Neto. Técnico: Dudu Capixaba

Competição: Final da Copa Pernambuco 2019
Local: Centro de Treinamento do Retrô PE.
Gols: Rangerson, aos 18’ do 2ºT e Leozinho, aos 29’ do 2ºT (SCZ); Erick Maranhão, aos 22’ do 1ºT (NAU).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias