Acosta

Acosta revela ter recebido convite do Náutico para reabertura dos Aflitos

''Vai ser um prazer voltar a jogar nos Aflitos'', escreveu o uruguaio em rede social

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 07/11/2018 às 16:57
Acervo/JC Imagem
''Vai ser um prazer voltar a jogar nos Aflitos'', escreveu o uruguaio em rede social - FOTO: Acervo/JC Imagem
Leitura:

A reabertura do estádio dos Aflitos promete ficar na memória dos torcedores alvirrubros. Além do amistoso contra uma equipe internacional, que provavelmente acontecerá no dia 16 de dezembro, a diretoria alvirrubra planeja uma despedida para o ídolo Kuki. Para isso, alguns jogadores que fizeram história nos Aflitos estão sendo convidados a participarem da homenagem. Acosta, que fez sucesso com a camisa do Náutico em 2007, é um desses nomes. O uruguaio confirmou o convite do Náutico e mostrou gratidão.

''Obrigado pelo convite da reabertura dos Aflitos, se Deus quiser vou estar aí. Vai ser um prazer voltar a jogar nos Aflitos'', escreveu Acosta em rede social. Para homenagear Kuki, a ideia da diretoria do Náutico é realizar durante a reinauguração do estádio uma partida preliminar reunindo vários ex-jogadores e técnicos que passaram pelo clube.

Entre os ex- jogadores que devem participar da festa e voltarão a pisar no estádio dos Aflitos, está o ex- goleiro Nilson, hoje treinador do Flamengo de Arcoverde, que foi campeão estadual em 2004 junto com Kuki. Além dele, também devem comparecer ao evento o ex- volante Adilson Bigode e o ex- atacante Thiago Tubarão, que fez dupla de ataque com o baixinho em 2001.

BETO ACOSTA

O uruguaio, hoje com 41 anos, foi o principal nome do Náutico na campanha do Brasileirão de 2007. Vice-artilheiro da Série A com 19 gols, Acosta ainda esteve presente na seleção do campeonato daquele ano. Em 2009, emprestado pelo Corinthians, Acosta voltou a vestir a camisa alvirrubra, mas não conseguiu repetir o bom desempenho do primeiro ano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias