Aflitos

Amistoso contra o Treze é a prova final para o Náutico antes da estreia na Copa do Nordeste

Jogo terá a transmissão da TV Jornal para o interior de Pernambuco e mais quatro estados

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 04/01/2019 às 6:30
Diego Nigro/JC Imagem
Jogo terá a transmissão da TV Jornal para o interior de Pernambuco e mais quatro estados - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Neste sábado (5/1), a partir das 16h (do Recife), os jogadores do elenco profissional do Náutico terão o último teste antes da estreia oficial na temporada 2019. Com transmissão da TV Jornal para o interior de Pernambuco e para mais quatro estados (Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará), o Timbu faz novo amistoso contra o Treze-PB, no estádio dos Aflitos. Para os atletas, a “prova final” para ganhar uma chance entre os 11 titulares contra o Fortaleza, no dia 15 e pela Copa do Nordeste – competição que também terá a transmissão da TV Jornal.

“É o último amistoso antes da partida oficial. Acho que é um teste chave para aproveitarmos a oportunidade. Quem jogar certamente vai ser opção do professor Márcio (Goiano) para começar já no dia 15. É ficar todo mundo atento. Com certeza será um teste final e esperamos fazer um bom jogo. Sabemos que é amistoso, mas é preparatório e vamos fazer de tudo para fazer um bom trabalho”, afirmou o capitão Josa.

O time, porém, ainda é uma incógnita e está passando por testes pelo técnico Márcio Goiano. Sem Robinho, que fez uma artroscopia no joelho direito e para por 45 dias, Wallace Pernambucano voltando a treinar aos poucos e Jorge Henrique ainda se recondicionando, o time teve, no treinamento de ontem, um ataque bem mexido, com Fabio Matos, Matheus Carvalho e Tharcysio.
Na defesa, Luiz Carlos retornou após lesão e Hereda substituiu Joazi, que foi para o CSA. Suéliton e Camutanga como zagueiros e Assis fechando a lateral esquerda. No meio, Josa, Luiz Henrique e Jiménez – Maylson, recém-contratado, deve disputar em breve uma posição no setor. “É bom para os jogadores e para o clube ter mais opções. Quanto mais atletas de qualidade, melhor para o grupo. É isso que estamos buscando para fazer um elenco bom”, explicou Josa.

TREZE

Sobre o adversário, Josa garantiu que não existem rusgas do último amistoso, no dia 28 de dezembro. Isso porque o jogo estava empatado até os 53 minutos do segundo tempo, quando o Treze marcou o terceiro gol e venceu por 3x2. A polêmica ficou por conta da arbitragem, que deu apenas três de acréscimos e o gol saiu cinco minutos depois do fim do adicional dado pelo juiz.
“Por parte de nós atletas não. Tivemos uma conversa voltando de lá. Não tem nenhum atrito. Amistoso é assim. Tem a rivalidade natural, dos clubes, mas foi um momento que o árbitro achou que tinha que ter dado oito ou nove minutos”, finalizou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias