Matheus Carvalho

Jogador do Náutico concilia carreira no futebol com estudos

O atacante Matheus Carvalho concilia rotina no Náutico com a faculdade de administração

Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 21/05/2019 às 16:12
Notícia
Bobby Fabisaki/JC Imagem
O atacante Matheus Carvalho concilia rotina no Náutico com a faculdade de administração - FOTO: Bobby Fabisaki/JC Imagem
Leitura:

Com 27 anos, Matheus Carvalho ainda não é considerado um veterano no futebol. No entanto, o atacante formado nas categorias de base do Fluminense, já tem larga experiência, com oito clubes no currículo. O atleta disputou até a Champions League, quando defendeu o Monaco, em 2015. Atualmente no Náutico, o jogador atuou poucas vezes na temporada e encontrou nos estudos uma oportunidade de distração e crescimento pessoal. Matheus cursa administração e está no segundo período da faculdade.

“Eu tenho 27 anos, mas sou um pouco rodado. Já passei por algumas coisas, não só no profissional, mas na base também, fiquei momentos sem atuar e aqui no Náutico eu soube assimilar bem e foquei no trabalho. Tentei me distrair com outras coisas fora de campo. Eu também estudo (administração), isso me afastava um pouco dos problemas daqui, mas sempre foquei no meu trabalho", revelou o atacante.

Natural de Niterói, no Rio de Janeiro, Matheus Carvalho diz entender que a carreira de um jogador de futebol é curta. Por isso, resolveu se preparar para o futuro. Apesar das dificuldades de conciliar os estudos com a rotina de treinos e viagens no futebol, o atacante destacou a importância da preparação extra, como uma alternativa profissional.

"É um pouco difícil (conciliar), mas eu comecei a estudar administração. Fica complicado por causa do tempo, mas é importante,  comecei a estudar administração porque nossa carreira é muito curta, comecei a projetar algumas coisas daqui a 10 anos. Quando eu parar eu já tenho um caminho diferente no futebol, posso ser um gestor, ou algo assim, acho que todos os atletas têm que pensar assim", explicou.

INSPIRAÇÃO

O atleta revelou ainda que uma de suas inspirações para estudar foi o zagueiro Igor Rabello, que passou pelo Náutico em 2016. Atualmente no Atlético-MG, o zagueiro se formou em Educação Física. Inspirado por Rabello, Matheus também tem servido de inspiração para outros jogadores. O goleiro Luiz Carlos, no Timbu desde o ano passado, foi incentivado pelo atacante e também cursa administração.

"Tenho como exemplo outros jogadores, como o Igor Rabello que passou por aqui e se formou. Temos que pegar esses bons exemplos para seguir. O (goleiro) Luiz Carlos também faz, coloquei 'pilha' para ele fazer. Eu estou no segundo período e ele está no primeiro. É importante para todos os atletas seguir esses exemplos", destacou o jogador.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias