série c

Meia-atacante do Náutico quer mais um título nacional na conta

Matheus Carvalho já contabiliza títulos das Séries A e B

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 03/10/2019 às 7:42
LEO LEMOS/NÁUTICO
Matheus Carvalho sofreu grave lesão no joelho durante jogo contra o Botafogo, em fevereiro, pela Copa do Brasil - FOTO: LEO LEMOS/NÁUTICO
Leitura:

Aos 27 anos, o meia-atacante Matheus Carvalho já contabiliza três títulos nacionais. São duas conquistas da Série A do Campeonato Brasileiro e uma da Série B. Agora, vestindo a camisa do Náutico, o jogador pretende aumentar sua colocação, adicionando mais uma divisão nacional. No domingo (6), o Timbu luta pelo troféu da Série C, ao enfrentar o Sampaio Corrêa, no estádio Castelão, pela final da competição.

"Tive a felicidade de conquistar o título com o Fluminense em 2010. Fazia 26 anos que o Fluminense não ganhava um título nacional. Depois veio 2012, com o título também. E 2016 fui campeão com o Atlético-GO. Eu quero sempre ganhar. Não estou satisfeito com derrota, ficar em segundo. Quero ganhar, quero ser campeão", destacou o jogador, nesta quarta-feira (2).

O Timbu leva para o jogo em São Luís do Maranhão a vantagem de dois gols, construída na vitória por 3x1, no último domingo (29), no estádio dos Aflitos. O primeiro gol foi marcado contra, o Sampaio Corrêa alcançou o empate ainda no primeiro tempo e, na etapa complementar, o time pernambucano sagrou a vitória com gols do zagueiro Camutanga e do volante Jhonnatan.

Para entrar em campo na partida de volta, Matheus Carvalho quer que a equipe entre em campo com a mentalidade vencedora. Algo que ele compartilha com os companheiros de time e o técnico Gilmar Dal Pozzo. "O professor tem uma gana também de ganhar esse título nacional, porque ele não tem ainda. Vai ser um feito muito bom para a minha carreira, porque eu ganhei título da Série A, Série B e, se Deus quiser, da C", emendou.

Só que o meia-atacante volta ao discurso clichê de quem compete: calma, pois ainda não há nada ganho. "Mas não tem nada garantido. A gente fez um bom resultado em casa e tem que respeitar a equipe do Sampaio, que tem muita qualidade, tem a força deles no castelão", completou o jogador alvirrubro.

Últimas notícias