ANÁLISE

Carlyle Paes Barreto: já era para o Náutico estar num degrau acima

Timbu empatou por 1x1 com o River-PI nesta terça nos Aflitos pela Copa do Nordeste

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 23/01/2020 às 23:40
Notícia
Alexandre Gondim/JC Imagem
Timbu empatou por 1x1 com o River-PI nesta terça nos Aflitos pela Copa do Nordeste - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Pela condição física, falta de ritmo e o natural equilíbrio por baixo em início de temporada, empates são sempre esperados. Mas por ter iniciado a preparação antes de todos adversários e mantido o time campeão da Série C, já era para o Náutico estar num degrau acima. Por isso a frustração com o 1x1 em casa, diante do River do Piauí.

Se o Náutico tivesse jogado bem, perdidos diversos gols, tomado um num lance fortuito, daria para entender. Mas não foi isso que ocorreu. A repetição de erros que apareceram nos amistosos de pré-temporada e no tropeço diante dos aspirantes do Sport voltaram a acontecer.

CRUZAMENTOS

Abusando novamente de cruzamentos na área e em chutes de longa distância. Apesar de ter tido maior volume de jogo durante toda partida de estreia no Nordestão. Mas se quiser ganhar e brigar pela classificação no Regional, terá que corrigir isso. Mudando escalação principalmente. Porque com Josa e Rhaldney a comunicação com o ataque é fraca. Sobrecarregando Jean Carlos. Sem falar na insegurança de Lombardi na zaga. E tudo isso depende de Gilmar Dal Pozzo. Ele deve saber disso. Mas insiste em não corrigir.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias