medalhista

Janeth é indicada a Hall da Fama do basquete feminino

Atualmente técnica das seleções de base do Brasil, ela vai se juntar a Hortência e Paula

Vanessa Araújo
Vanessa Araújo
Publicado em 21/07/2014 às 18:50
Leitura:

Duas vezes medalhista olímpica com a seleção brasileira, a ex-ala Janeth Arcain foi indicada para o Hall da Fama do basquete feminino. Atualmente técnica das seleções de base do Brasil, ela vai se juntar a Hortência e Paula, suas companheiras na prata olímpica em Atlanta/1996 e no bronze em Sydney/2000.

Além de Janeth, fazem parte da 17.ª turma (correspondente a 2015) as ex-jogadoras Lisa Leslie e Janet Harris, e os ex-técnicos Kurt Budke, Brad Smith e Gail Goestenkors. A cerimônia está marcada para 13 de junho de 2015 em Knoxville, Tennessee (EUA), onde fica este Hall da Fama.

Janeth jogou as oito primeiras temporadas na WNBA, o equivalente feminino da NBA, e ajudou o Houston Comets a vencer a liga quatro vezes. Em 2001, no auge da carreira, ela foi eleita a MVP (jogadora mais valiosa) da WNBA. Já veterana, liderou o Brasil no ouro do Pan de 2007, no Rio.

O basquete tem pelo menos três locais denominados 'Hall da Fama'. O mais famoso e tradicional é o de Naismith, também nos Estados Unidos, e foi criado em 1959. Nele estão Oscar Schmidt, Hortência e Ubiratan. No Hall da Fama da Fiba, localizado em Madri, já foram homenageados Amaury, Ubiratan, Oscar, Paula e Hortência, além do técnico Kanela (duas vezes campeão mundial) e o árbitro Renato Righetto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias