Crise

Clubes estudam boicotar seleção e técnico pernambucano crítica a CBB: "Descaso total"

A menos do Rio-106, qquipes da LBF podem não liberar mais atletas para a esquadra nacional

Cestinha JC
Cestinha JC
Publicado em 25/11/2015 às 10:58
Robson Neves/Divulgação
A menos do Rio-106, qquipes da LBF podem não liberar mais atletas para a esquadra nacional - FOTO: Robson Neves/Divulgação
Leitura:

Faltando menos de nove meses para as Olimpíadas, uma bomba atinge o basquete feminino brasileiro. Indignados com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), os clubes da Liga de Basquete Feminino (LBF) estudam boicotar a convocação da Seleção Brasileira para o evento-teste dos Jogos Olímpicos, em janeiro, no Rio de Janeiro. Em entrevista ao Cestinha, o técnico do Uninassau/América, Roberto Dornelas, mostrou indignação com o tratamento da CBB.

"Coisas absurdas vem acontecendo nesses últimos dois anos. Um descaso total da CBB com o basquete feminino. Essa é uma ação que envolve os seis clubes da liga nacional, além de outros técnicos e dirigentes. A indignação não é só das equipes da LBF, mas do basquete em geral. Um grupo formado vai documentar todos esses absurdos, e essa será a nossa forma de protesto", desabafou Dornelas.

 

Confira a matéria completa clicando AQUI

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias