Campanha

Projeto Tênis Solidário faz arrecadação para crianças e jovens do atletismo

Projeto Tênis Solidário vai contemplar equipes do Recife, Abreu e Lima e Ouricuri

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 20/07/2016 às 19:19
Bobby Fabishak/JC Imagem
Projeto Tênis Solidário vai contemplar equipes do Recife, Abreu e Lima e Ouricuri - FOTO: Bobby Fabishak/JC Imagem
Leitura:

Quem gosta de praticar atividade física ou algum esporte costuma ter, pelo menos, um par de tênis esquecido na sapateira. Foi pensando em dar utilidade a esses calçados que o educador físico pernambucano Felipe Joaquim lançou, em 2015, o projeto Tênis Solidário. Os pares arrecadados foram doados a crianças e jovens que praticavam, descalços, as provas do atletismo. Após o sucesso do primeiro ano, a iniciativa ganhou uma segunda edição este ano. Todo o material recolhido vai ser direcionado a equipes do Recife, Abreu e Lima e Ouricuri, no Sertão do Estado.

Os tênis podem ser entregues, até o dia 18 de agosto, nas três unidades da Unic Espaço de Metas (em Boa Viagem, Casa Forte e Parnamirim). Além desses pontos de arrecadação, as doações também estão sendo recebidas na Academia Pulse, no Rosarinho. Quem quiser pode ainda procurar as assessorias de corrida de rua do Parque da Jaqueira e da Avenida Boa Viagem participantes da campanha para entregar seus pares.

“Fui atleta de atletismo, fazia salto com vara. Na minha época, a situação de muitos atletas era muito difícil. Depois de conversar com alguns treinadores, percebi que tudo continuava muito difícil, muitas crianças treinando descalças, enquanto muita gente por aí tem tênis sem utilizar, então nasceu a campanha”, contou Felipe Joaquim.

Muitas das crianças e jovens que participam dessas equipes de atletismo moram em comunidades carentes e encontram no esporte uma forma de tentar escapar da realidade difícil que são obrigados a enfrentar. “O professor Herton Diniz, de Ouricuri, costuma fazer rateios com os demais professores da cidade para comprar alguns tênis e sortear entre as crianças. Os que não são contemplados, ficam sem”, lamentou Felipe.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias