VITÓRIA

Pernambuco vence Troféu Norte-Nordeste de atletismo pela 14ª vez

Estado garantiu ao todo 31 medalhas na competição disputada no Ceará

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 25/09/2016 às 19:48
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Estado garantiu ao todo 31 medalhas na competição disputada no Ceará - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

Em mais uma edição do Troféu Norte-Nordeste Caixa de Atletismo Adulto, Pernambuco ratificou a sua hegemonia na competição e conquistou o 14º título seguido, ao ganhar 31 medalhas (11 de ouro, nove de prata e 11 de bronze) nos três dias de disputa. O torneio foi encerrado na manhã de ontem e foi disputado na Universidade de Fortaleza, no Ceará.

Além dos pernambucanos, o Troféu contou com a presença de atletas de mais 13 estados das duas regiões e convidados do Distrito Federal. O Piauí foi quem mais chegou perto de acabar com a hegemonia de Pernambuco, estando em alguns momentos dividindo o topo do quadro de medalhas. Mas os piauienses acabaram em segundo no quadro geral, com 25 medalhas (11 de ouro, oito de prata e seis de bronze), seguidos pelo Rio Grande do Norte, com 26 (quatro ouros, dez pratas e 12 bronzes). 

O maior destaque de Pernambuco foi o título de Kerolayne Camila, do lançamento de martelo. Tida como uma das principais esperanças de medalha para o Estado, Kerolayne não só conquistou o ouro como também quebrou o recorde da prova com a marca de 52,97m. O anterior, de 51,82m, também pertencia a ela, de 2014.

Para o diretor técnico da Federação Pernambucana de Atletismo (Fepa), Fagner Barros, a decisão de levar apenas os atletas que estão no Top-3 do Ranking Norte-Nordeste para o Ceará foi feita pensando na conquista do título. 

“A gente sempre vai pra competição acreditando no título. A escalação para esse ano foi feita com essa previsão. Essa política (de levar apenas os Top-3) já existe há muito tempo. Decidimos analisar o ranking para levar os melhores agora. Só ia adiantar pontuar com os três primeiros”, afirmou o diretor. 

SURPRESA

Fagner também apontou algumas gratas surpresas no Troféu, como Camila Gomes, do salto com vara. A atleta de 18 anos saltou 2 metros e ganhou o ouro na prova logo no primeiro dia de disputas, na sexta-feira.

“No feminino, tivemos sete ouros. A gente já esperava esse resultado, mas uma surpresa foi no salto com vara com Camila Gomes, que ganhou o ouro”, disse Fagner. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias