tênis

Maior tenista do Brasil, Maria Esther Bueno morre aos 78 anos

Maria Esther Bueno faleceu na noite desta sexta-feira, vítima de câncer. Ela estava internada no hospital 9 de Julho, em São Paulo desde o mês de maio

JC Online
JC Online
Publicado em 08/06/2018 às 19:52
Reprodução/Internet
Maria Esther Bueno faleceu na noite desta sexta-feira, vítima de câncer. Ela estava internada no hospital 9 de Julho, em São Paulo desde o mês de maio - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

O tênis internacional está de luto. A maior tenista brasileira Maria Esther Bueno faleceu na noite desta sexta-feira aos 78 anos, vítima de câncer, em São Paulo. Ex-número 1 do mundo, ela estava internada desde maio após constatar que um câncer no lábio se espalhou pelo corpo todo. 

Maria Esther Bueno havia iniciado tratamento do câncer com radioterapia, no ano passado. Nos último dias, porém, ela voltou a sentir dores e foi encaminhada para o hospital.

A MELHOR

Aos 78 anos, Maria Esther ostentava um currículo impecável no tênis. Foi a melhor representante do esporte no Brasil, melhor do mundo em quatro temporadas (1959, 1960, 1964 e 1966), além de ter faturado 19 troféus de Grand Slams. 

HOMENAGENS

Considerada a maior tenista brasileira de todos os tempos, Maria Esther Bueno foi homenageada por jogadores e ex-jogadores do esporte nacional. Diante da perda, nomes como Fernando Meligeni, Bruno Soares e Thiago Monteiro manifestaram o luto nas redes sociais.

“Que dia triste. Descanse em paz querida Maria Esther. O tênis deve muito a você. Nós tenistas agradecemos tudo que vc fez e inspirou”, observou o ex-tenista Fernando Meligeni, assim que descobriu a notícia. Ele também postou uma foto de Maria Esther jogando tênis, na terceira idade. Bruno Soares, atual jogador do circuito internacional de duplas também prestou sua homenagem. “Obrigado. Ela foi uma referência e representou muito para o esporte nacional e internacional”, comentou o jogador, que lamentou que sua geração não teve a oportunidade de vê-la jogar.

Marcelo Melo também é contemporâneo do esporte e manifestou seu pesar. “Dia triste não só para o tênis brasileiro mas para o tênis mundial. Que descanse em paz a maior tenista de todos os tempos que já tivemos. Muito obrigado Maria Esther por tudo que fez pelo tênis”, concluiu.

Obrigado ???????? #rip

Uma publicação compartilhada por Bruno Soares (@brunosoares82) em

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias