automobilismo

Pilotos da Ferrari criticam modelo do carro de 2019 da Fórmula 1

Vettel e Charles Leclerc acreditam que o desempenho nas provas poderia ser melhor se o modelo SF90 apresentasse maior equilíbrio

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 07/05/2019 às 7:44
Notícia
AFP
Vettel e Charles Leclerc acreditam que o desempenho nas provas poderia ser melhor se o modelo SF90 apresentasse maior equilíbrio - FOTO: AFP
Leitura:

A Ferrari estava cotada para ter um bom desempenho em 2019. Contudo, a teoria está sendo bem diferente da prática, pois, o carro da escuderia vem apresentando problemas. A situação é tão ruim que até mesmo os pilotos estão criticando o novo modelo. Sebastian Vettel, por exemplo, foi bem contundente ao comentar sobre o comportamento do modelo SF90. O alemão fez questão de deixar bem claro que não tem se sentido confortável.

CRÍTICAS

“Precisamos de um ritmo mais forte nas corridas, simples assim. Parece que para nós é ter mais um esforço consciente em levar o carro à janela ideal, o que para eles (Mercedes) parece um pouco mais fácil. Você precisa ter confiança no carro e ainda não tenho. Posso sentir que não estou pilotando no meu melhor porque simplesmente o carro não responde da forma como eu gosto e não acho isso natural”, afirmou ao site Motorsport.

Em compensação, Charles Leclerc, que por pouco não venceu no Bahrein, afirmou que o desempenho da SF90, vem deixando a desejar durante as corridas. Apesar das críticas, o tom do monegasco foi bem mais ameno.

“No momento não estou tão infeliz com o carro. Precisamos trabalhar um pouco na nossa corrida. Na corrida eu tenho um pouco mais de problemas de equilíbrio. Mas esses são pequenos problemas e tenho certeza de que, se trabalharmos nisso, superaremos isso”, disse o piloto.

Com 87 pontos, Valtteri Bottas lidera o Mundial da F1. A próxima prova será o Grande Prêmio da Espanha, às 10h10 (horário de Brasília), marcado para este domingo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias