Adeus

Campeã paralímpica morre aos 40 anos por eutanásia

Marieke Vervoort sofria de doença degenerativa muscular

JC Online
JC Online
Publicado em 23/10/2019 às 12:22
Reprodução/Instagram
Marieke Vervoort sofria de doença degenerativa muscular - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Campeã dos Jogos Paralímpicos de Londres-2012 e prata na edição do Rio-2016, a para-atleta belga Marieke Vervoort morreu nesta terça (22) aos 40 anos, por meio de uma eutanásia. Ela tomou a decisão há nove anos por travar batalha contra doença muscular degenerativa. Na Bélgica, a prática da eutanásia é legalizada. 

A última mensagem da para-atleta em redes sociais foi publicada há quatro dias. Por meio do Instagram, ela escreveu: "Não podemos esquecer as boas memórias". O texto foi legenda de uma foto que traz Marieke Vervoort em uma prova de velocidade em cadeira de rodas, sua especialidade.

SOFRIMENTO

"É uma dor ininterrupta de uma doença espinhal degenerativa e incurável. É muito difícil para o meu corpo. Em cada treinamento, sofro por causa da dor. E em toda corrida eu treino duro", declarou a belga durante os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias