SANTA CRUZ

Técnico valoriza 1° tempo e sistema defensivo do Santa Cruz

Leston Júnior elogiou o desempenho da equipe contra o Treze-PB

Diego Borges
Diego Borges
Publicado em 08/01/2019 às 22:59
Foto: Léo Motta/JC Imagem
Leston Júnior elogiou o desempenho da equipe contra o Treze-PB - FOTO: Foto: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

A impressão que o Santa Cruz deixa do primeiro teste foi avaliada como positiva. Principalmente pelo treinador, Leston Júnior, que enalteceu o desempenho dos jogadores, sobretudo pela dificuldade imposta pelo ritmo de jogo do Treze, que fez diante do Tricolor a sua sétima apresentação na pré-temporada.

"Quando nós escolhemos o adversário, foi muito em cima da sequência de seis jogos amistosos que tinham feito. Importante para aumentar o nível de exigência e dar um ganho na avaliação, para ter condições de fazer um jogo consistente na estreia”, destacou Leston, já mirando o jogo contra o Botafogo-PB, pela Copa do Nordeste.

Apesar do bom rendimento da equipe, o treinador fez questão de ressaltar que o elenco ainda não atingiu o ápice e projeta um prazo para alcançar a melhor forma no início de temporada. “Vamos esperar uns cinco a seis jogos para ter um nível ideal. Essa semana, vamos direcionar para ter uma boa estreia no dia 15.”

Avaliando a partida em momentos distintos, Leston Júnior aponta a etapa inicial como ‘satisfatória’ e revela uma mudança no planejamento traçado para testar os jogadores no amistoso. “Quando o Treze trocou demais, o jogo perdeu o componente de jogo e se tornou menos intensivo. Por conta disso, nós mudamos a nossa estratégia também. A princípio, era tentar manter um nível de exigência alto, mas como houve essa descaracterização, optamos por dar oportunidade a outros jogadores também", afirmou.

DEFESA VALORIZADA

Partindo para a avaliação por setores, o técnico tricolor ressaltou o sistema defensivo como primeiro passo para construir uma equipe consistente. “Sem dúvida. Numa construção de time, você parte de trás para frente. E durante a pré-temporada nós demos uma ênfase grande ao trabalho defensivo de equilíbrio, para que o adversário incomode pouco. Claro que vai chegar uma vez ou outra, mas é natural”, destaca Leston Júnior, projetando um trabalho específico e uma boa apresentação contra o Botafogo-PB.

“Eles têm uma situação diferente. Time que tem uma base e um adversário que, nesse quesito, vai nos cobrar mais. Esses jogos, você tem que jogar bem para aumentar a sua possibilidade de êxito", apontou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias