estadual

Com um a menos, Santa Cruz fica no 0x0 com o Central

As equipes duelaram em jogo válido pela 4ª rodada do Pernambucano

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 16/02/2020 às 17:55
Foto: Divulgação/Santa Cruz
O Central não joga desde 8 de março e se preparara para volta do Estadual - FOTO: Foto: Divulgação/Santa Cruz
Leitura:

Na tentativa de manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Pernambucano 2020, o Santa Cruz esbarrou no Central, em jogo retroativo da 4ª rodada. As equipes ficaram no empate sem gols na tarde deste domingo (16), no estádio Lacerdão, em Caruaru. Um dos problemas do Tricolor na partida foi a precoce expulsão o zagueiro Denilson, ainda aos cinco minutos do primeiro tempo.

O resultado mantém a Cobra Coral na liderança do Estadual, agora com 13 pontos somados. A Patativa chega a 5 pontos, ganha uma posição e fica em 7º lugar, um abaixo da zona de classificação para o mata-mata da competição. Na próxima rodada, o Santa Cruz enfrenta o Afogados, no Vianão, quarta-feira (19), às 20h. O Central encara o Náutico nos Aflitos, às 19h15 de sexta-feira (21).

O JOGO

O primeiro lance a se destacar na partida foi um cartão vermelho precoce, ainda aos cinco minutos de jogo. Em uma boa oportunidade de ataque do Central, o atacante Leandro Costa escapou do zagueiro William Alves, deixando o zagueiro Denilson sozinho para conter o contra-ataque. O atleta demonstro certa indecisão e acabou puxando o adversário pelo calção, sendo imediatamente expulso do jogo.

Inferior numericamente, o Santa Cruz se retraiu em campo. Para recompor a defesa, o técnico Itamar Schulle tirou um atacante, Patrick, e colocou o zagueiro Célio. Também por isso, as jogadas ofensivas aconteciam mais por parte da Patativa. Com uma ou outra ocasional chegada tricolor, como aos 11 minutos, quando Mayco Félix aproveitou uma saída errada da defesa mandante e finalizou, com Léo defendendo.

Daí em diante, as chances mais claras foram do Central. Aos 20 minutos, Danilinho cobrou escanteio, Allan Miguel cabeceou e o goleiro Maycon Cleiton subiu tranquilo para segurar. Cinco minutos depois, Leandro Costa recebeu na meia-lua, ajeitou no peito e finalizou por cima do gol.

Assim seguiu até o fim desta etapa. Aos 30 minutos, um lançamento direto para o gol obrigou Maycon Cleiton a recuar para dentro do gol e esticar os braços para segurar a bola fora. A última chance do primeiro tempo foi aos 38 minutos, com Jamerson lançando e Maycon Cleiton saindo para segurar, enquanto o auxiliar marcava impedimento.

O segundo tempo não mudou muito, com o Central dominando a posse de bola e o Santa Cruz recuado, esperando o contra-ataque. A primeira chance da Patativa foi logo aos 4 minutos, pela direita tricolor, obrigando o goleiro Maycon Cleiton a fazer duas defesas seguidas. Numa delas, de Fábio Neves, a defesa foi com o rosto. Em seguida, na de Leandro Costa, o impedimento era assinalado.

A melhor chance da Cobra Coral foi aos 11 minutos do segundo tempo. O centroavante Pipico foi para a cobrança de falta e mandou uma pancada muito forte no travessão do goleiro Léo. O jogador foi o mesmo a trabalhar com Jeremias aos 42 minutos, mas o prata da casa não devolveu na área e chutou para fora, na última oportunidade da partida, mantendo o placar zerado.

FICHA DA PARTIDA - CENTRAL 0x0 SANTA CRUZ

Central: Léo; Polegar, Allan Miguel, Janelson (Rangerson) e Wendel; Janderson, Esdras, Fábio Neves (Bruninho) e Danilinho; Bambam (Robinho) e Leandro Costa. Técnico: Evandro Guimarães

Santa Cruz: Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Denilson e Fabiano; André, Paulinho e Didira (Júnior); Mayco Félix (Jeremias), Patrick (Célio) e Pipico. Técnico: Itamar Schulle

Campeonato Pernambucano (4ª rodada) Local: estádio Lacerdão, em Caruaru (PE) Árbitro: Michelangelo Martins de Almeida Junior Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e Bruno Cesar Chaves Vieira Cartões amarelos: Bambam e Allan Miguel (C); Didira e Júnior (S) Cartão vermelho: Denilson (S) Público: 3.003 Renda: R$ 68.400

Últimas notícias