PREVISÃO

Um Sport com um técnico e menos receita

O Leão terá uma redução de 30% na folha salarial e apenas Daniel como treinador

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 28/12/2016 às 10:00
JC Imagem
O Leão terá uma redução de 30% na folha salarial e apenas Daniel como treinador - FOTO: JC Imagem
Leitura:

A diretoria de futebol rubro-negra, com o executivo Alexandre Faria, também foi apresentada ontem e já esboçou como será o Sport em 2017: Com apenas um técnico, menos receita e elenco mais barato. O vice de futebol Gustavo Dubeux detalhou o planejamento leonino para a temporada e informou que inicialmente cerca de oito jogadores devem ser contratados. 

O clube desistiu da idéia de ter dois treinadores e apostou todas as fichas em Daniel Paulista. “O comando vai ser único, que é o do Daniel, depois ele vai mesclando quando achar necessário. Ele fará todos os jogos e, eventualmente, o assistente poderá fazer outros”, disse o dirigente, que citou que um assistente técnico e um preparador físico serão contratados. 

Dubeux explicou a razão da queda na receita do clube. “O orçamento vai ter que ser reduzido. O ano 2016 foi atípico. Houve a renovação do contrato com a TV, uma receita que não é recorrente, proporcionando um orçamento maior. No ano que vem não vai haver isso e o clube vai ter que reduzir o gasto. Vamos contratar para compor com os atletas que estão no clube e os garotos da base. Estamos uma expectativa de uma redução de 30%”, projetou o vice de futebol, especificando na sequência o número previsto de reforços: “Em função da expectativa da saída de alguns jogadores, temos como base a contratação de oito jogadores, mas isso pode mudar”.

ALEXANDRE FARIA

A aquisição de reforços é a principal tarefa do executivo de futebol, Alexandre Faria. O profissional, que teve uma breve passagem de quatro meses e estava no Paysandu, disse que já está em contato com vários nomes e prometeu uma equipe forte e competitiva. O Sport é o único clube da Série A que ainda não anunciou contratações. 

“Alguns nomes já vinham sendo prospectados pela diretoria desde a temporada de 2016, obviamente trago alguns nomes também. Venho conversando diariamente com o Daniel e o assistente técnico Thiago e a gente já tem um mapa desses atletas que a gente pretende trabalhar”, disse Faria, que teve passagens também por clubes como Bahia, Fluminense e Atlético-MG. 

O executivo garantiu que as negociações já estão avançadas. “Comecei a trabalhar a partir do dia que acertei com o Sport. A gente terá uma reunião importante e vai definir como a gente vai atacar isso. Já temos nomes mapeados que já foram contactados, a maioria tem vínculo com outros clubes”, afirmou.

Como o clube larga atrás na busca por reforços, há a pressão para que eles venham o mais rápido possível. “A gente espera ter um desfecho logo para que no início da pré-temporada, na segunda semana de janeiro, a gente possa ter boa parte do grupo aqui com a gente”, prometeu Alexandre Faria. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias