Concentração

Sport: Thomás pede atenção com jogo único contra o Santa Cruz

Meia afirmou que partida contra o Ferroviário serve de exemplo de como o Sport não deve se portar diante do clássico

JC Online
JC Online
Publicado em 12/03/2018 às 18:20
Bobby Fabisak/JC Imagem
Meia afirmou que partida contra o Ferroviário serve de exemplo de como o Sport não deve se portar diante do clássico - FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O próximo clássico das multidões representará uma situação atípica no Campeonato Pernambucano. Sport e Santa Cruz, acostumados a se enfrentar nas eliminatórias do estadual, agora irão se enfrentar em um jogo de partida única, algo que não costuma acontecer com frequência em competições no Brasil. Para o meia Thomás, do Sport, o fato de enfrentar o rival em apenas um jogo demanda ainda mais atenção para a partida.

"Eu acho que partida única é um jogo que tem que entrar mais concentrado ainda. Você não pode dar margem nenhuma para erro, você tem que, se puder, fazer uma partida perfeita. Porque se entrar mais ou menos e tomar um gol, acontecer alguma coisa extraordinário no jogo, tem grandes chances de não sair vitorioso. por ser um clássico já é diferente. por ser um clássico já é diferente. Por ser mata-mata já é diferente. Um jogo só ainda, eu, particularmente, joguei poucas vezes. Temos que entrar totalmente concentrados", declarou o camisa 20.

Partida contra o Ferroviário serve de exemplo

Ainda segundo Thomás, a partida contra o Ferroviário serve de exemplo de como o Sport não pode se portar diante do Santa Cruz.

"Aquele jogo serve de lição para todo mundo. Todo mundo teve, que joguei os 90 minutos ali, eu acho que nunca tinha visto isso em 10 minutos mudar do jeito que foi. A gente fazendo uma ótima partida e tomar três gols. Fica de lição. Tem que estar concentrado os 90 minutos, ligado os 90 minutos. Aprendemos com os outros jogos também que não fomos bem, mas o time está totalmente focado", declarou o meia.

Últimas notícias