REVIRAVOLTA

Sport tem forças renovadas na luta contra o rebaixamento

O próximo desafio do Sport será derrotar o Atlético-PR na Arena da Baixada, no próximo domingo (13)

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 08/10/2018 às 8:06
Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
O próximo desafio do Sport será derrotar o Atlético-PR na Arena da Baixada, no próximo domingo (13) - FOTO: Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
Leitura:

Mesmo com o time ainda na vice-lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro, os atletas do Sport exaltam a força do elenco para escapar do rebaixamento. Essa confiança ficou ainda maior depois da vitória contra o Internacional, na última sexta-feira. O êxito pode ter sido a prova de que, com os novos direcionamentos do técnico Milton Mendes, a equipe tenha lenha para queimar na reta final da competição. O próximo desafio dos rubro-negros será o Atlético-PR, às 19h do próximo domingo. A equipe paranaense briga por uma vaga na Copa Sul-Americana e para se distanciar da zona de rebaixamento.

“A gente sabe que temos muitos jogos pela frente, mas encaramos esse jogo como uma decisão, como uma guerra, e a partir de agora tem que ser assim. Eu falei aos meus companheiros que a gente não vai cair, e eu permaneço confiante”, ressaltou o volante Jair. O atleta ainda buscou exemplos próximos para conseguir a reviravolta necessária. “A gente tem como exemplo o Ceará, que ganhou do Corinthians e do Flamengo e embalou. O nosso objetivo é esse.”

Com o espírito renovado, o lateral-direito Raul Prata mencionou a diferença de comportamento da equipe no jogo de sexta, lembrando o bom momento do Sport no primeiro turno. “Desde o começo do jogo, o bom futebol apresentado e o espírito da equipe foi diferente das outras partidas. Resgatamos aquilo daqueles jogos da fase boa. Mesmo quando tomávamos um gol, conseguíamos reagir e buscar a vitória”, completou.

Autor do gol da virada, o atacante Mateus Gonçalves acredita estar mais entrosado com o elenco, mas que ainda vai trabalhar para se encaixar mais ainda. Para o resto do campeonato, o atacante acredita que repetir a postura da equipe contra o Internacional seja a solução contra o rebaixamento. “O que não pode faltar é o que não faltou hoje, entrega. A gente tomou o gol mas não abaixou a cabeça e fomos até o último minuto. Porque isso é o Sport, e temos que lutar com garra e determinação”, declarou o jogador.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias