Série B

Sport tem preparação física traçada em retorno de folga da intertemporada

Planejamento visa incluir trabalhos físicos e com bola, além de dias com atividades em dois turnos

JC Online
JC Online
Publicado em 19/06/2019 às 19:02
Notícia
Foto: Anderson Steves/Sport Club do Recife
Planejamento visa incluir trabalhos físicos e com bola, além de dias com atividades em dois turnos - FOTO: Foto: Anderson Steves/Sport Club do Recife
Leitura:

A reapresentação do elenco do Sport acontecerá na próxima sexta-feira, no Centro de Treinamento José de Andrade Médicis. Depois de um período de descanso neste início de pausa para a Copa América, a meta é recondicionar os jogadores para que estejam preparados no retorno da Série B, no dia 8 de julho, diante do São Bento-SP, fora de casa. Para isso, um trabalho específico foi passado para os atletas no período de descanso, para que retornem às atividades com um nível físico satisfatório.

“Nos primeiros dez dias, a gente está fazendo um período de acúmulo de cargas e a aquisição de trabalhos voltados para a parte de força, com mais volume e resistência. A partir desses dez dias, a gente começa a transferir para uma parte mais específica que a gente já vinha fazendo”, explicou o preparador físico do Sport, Valdir Júnior, em entrevista concedida ao repórter Filipe Farias, na Rádio Jornal.

Neste tempo até a estreia, o Sport fará dois amistosos contra o CSA, um na Ilha do Retiro e outro em Maceió. Contra um adversário da Série A, o Leão busca um grau de exigência maior nesta intertemporada para que a equipe chegue consistente no retorno da Segundona. Ainda de acordo com Valdir Júnior, as atividades são graduais. Iniciam com um foco maior na parte física, mas sempre incluindo alguns que utilizem a bola. Conforme a preparação avance, os trabalhos de jogo retornam ao praticado de costume.

“A nossa ideia é, desde o início, estar inserindo trabalhos mistos de físico e na mesma sessão ter trabalhos com bola. Então a gente vê que nesses dez dias que eles vão ter de folga, os atletas não perdem muito. Entendemos que quanto mais treinos com bola a gente tiver, vamos conseguir otimizar o que a gente está buscando. Nos primeiros dias são dias a que a gente estará dobrando períodos, aumentando volume dos treinamentos, para depois atingir maiores níveis de intensidade”, concluiu o preparador físico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias