PEÇA FUNDAMENTAL

Carmona sai do ostracismo do Sport e comemora chance recebida

Meio-campista foi fundamental na vitória do Leão em cima do Bragantino

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 09/09/2019 às 8:01
Notícia
Foto: Anderson Stevens/ JC Imagem
Meio-campista foi fundamental na vitória do Leão em cima do Bragantino - FOTO: Foto: Anderson Stevens/ JC Imagem
Leitura:

De esquecido à peça desequilibrante na vitória do Sport em cima do Bragantino. O meia Pedro Carmona, que vinha amargando o ostracismo do banco de reservas do Leão - por vezes nem chegou a ser relacionado para algumas partidas da Segundona -, deu a volta por cima. Mesmo com poucos minutos em campo, o camisa 19 fez a diferença contra o líder da Série B e, em jogada individua nos acréscimos, deixou Guilherme livre para garantir a vitória.

O desempenho do meio-campista foi reconhecido pelo técnico Guto Ferreira, que também fez questão de enaltecer o profissionalismo de Carmona de nunca ter esmorecido nos treinamentos. “Falei na frente de todo o grupo que ele soube esperar e trabalhou firme esse tempo inteiro. Carmona é um camisa 10. Não é rápido. É mais cadenciado, mas tem leveza. E, em alguns momentos, tem essa individualidade no um contra um. Por vezes, nos treinos, coloco ele para atuar nos lados do campo (como aconteceu no lance que originou o gol de Guilherme) para ele articular as jogadas e também tentar a batida na bola, já que ele tem facilidade na finalização e nos cruzamentos. Ele entrou bem e decidiu o jogo pra gente”, reconheceu o treinador leonino.

Mesmo em alguns momentos cabisbaixo por conta da falta de oportunidade, Pedro Carmona sabe da qualidade do elenco do Sport. “Eu treino muito. Uma hora ia acontecer uma coisa boa. Tenho de esperar o meu momento. Às vezes dava vontade de baixar a cabeça, mas o nosso plantel é muito bom. Uma concorrência muito forte. Entrei (contra o Bragantino) e consegui fazer a minha parte. Acho que poderia ter tido chances mais cedo, mas eu tenho de respeitar as escolhas de Guto. Não deixei de treinar e de acreditar em mim. Depois de muito tempo consegui sentir o carinho da torcida novamente”, falou o meia.

NO AGUARDO

Com a boa atuação no fim de semana, Carmona não esconde que agora aumenta a expectativa por outras chances na Série B para mostrar o seu futebol. “Eu ganho um fôlego. Por estar tanto tempo sem jogar como titular, a torcida fica desconfiada e se perguntando o porquê de não estar jogando. Talvez por pensar que eu jogue mal. Os torcedores não vêem, mas eu venho treinando bem, mas Guto tem suas preferências e tenho de respeitar. Esperei a minha chance e mostrei que posso ajudar. Ganhei confiança para seguir adiante”, frisou.

“A característica de Carmona precisa se encaixar com quem está ao seu lado para alavancar o seu jogo. Quando pega um time não tão pegador, o jogo dele se sobressai. É usar no momento certo”, explicou Guto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias