EVENTO

7º Salão Imobiliário de Pernambuco encerra-se neste domingo

Com estandes de bancos, construtoras e cartório, evento dá condições de negócios serem fechados na hora

Do JC Imóveis
Do JC Imóveis
Publicado em 29/03/2014 às 7:00
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
FOTO: Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Leitura:

Quando soube do 7º Salão Imobiliário de Pernambuco, o casal Abel Sales, 31 anos, e Leydiane Soares, 24, resolveu começar a pesquisa para realizar o sonho da casa própria. Ontem, acompanhados da pequena Maria Clara, de oito meses, eles estavam no evento e conheceram o Reserva São Lourenço, que está sendo exposto no estande da Pernambuco Construtora. “Queremos um imóvel de dois quartos na faixa de uns R$ 120 mil e nos interessamos por ele”, comenta o promotor de vendas. 

Imóveis econômicos como o que Abel e Leydiane procuram estão expostos ao lado de residenciais e comerciais de alto padrão no salão, que começou na quarta-feira passada e vai até amanhã, no Centro de Convenções, em Olinda. Há unidades com preços desde R$ 100 mil a R$ 3,8 milhões, algumas com condições de vendas especiais para o evento, com bônus e descontos. 

A Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi PE), organizadora do salão, espera que 15 mil pessoas circulem na área de exposição até amanhã. Para chamar a atenção dos clientes, as construtoras investem em formatos diferenciados. A Pernambuco Constutora montou a “Arena Pernambuco”, com motivos da Copa do Mundo e área ampla de atendimento. No estande da Rio Ave, a maquete do empresarial Charles Darwin – que estará pronto até 2017 e será construído na Ilha do Leite (área central do Recife) – tem quase três metros de altura e se destaca no corredor.

“Aqui o cliente pode ver vários empreendimentos em um só lugar e conta com a presença do construtor e dos gerentes das imobiliárias. Além disso, ele pode tirar todas as dúvidas e até mesmo resolver entraves que teve com a compra do imóvel antes do evento”, destaca o diretor comercial da Central de Vendas, Jackson Rodrigues.

 

Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
- Foto: Edmar Melo/JC Imagem

 

NA HORA - Quem vai ao Salão Imobiliário pode fechar o negócio dentro do próprio evento, que conta com estandes da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e do Tabelionato Figueiredo (8º Ofício de Notas).

A contadora Juliana Brandão, 34 anos, e seu marido, o advogado Gleidiston Brandão, finalizaram ontem a compra de um apartamento no residencial Duetto, da Gabriel Bacelar, no Espinheiro (Zona Norte do Recife) e que custa em torno de R$ 400 mil. No estande da construtora, eles acertaram os últimos detalhes e assinaram a papelada. “O apartamento é menor do que a nossa casa em Olinda, que tem 200 metros quadrados, mas vamos morar perto do trabalho”, conta Juliana. A casa vai ficar no patrimônio da família.

Juliana e Gleidiston “namoravam” o Duetto há alguns meses e aproveitaram o salão para comprá-lo. O negócio vai estar nas estatísticas da Ademi PE, que espera R$ 160 milhões em vendas durante o evento e nos dias imediatamente seguintes ao encerramento. A entidade espera que sejam comercializados cerca de 500 imóveis. 

Para isso, as construtoras contam com apoio das imobiliárias, que distribuem seus corretores entre os estandes para atender os clientes. Somente a Eduardo Feitosa tem mais de 150 profissionais para vender produtos de 16 construtoras parceiras.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias