Festa

Blocos de bacalhau na vara esticam o Carnaval em Pernambuco

O Bacalhau do Batata desfila em Olinda, a partir das 10h. Há outros grupos no Recife, em Paulista e Bezerros

Da Editoria Cidades
Da Editoria Cidades
Publicado em 18/02/2015 às 7:06
Foto: Igo Bione/JC Imagem
O Bacalhau do Batata desfila em Olinda, a partir das 10h. Há outros grupos no Recife, em Paulista e Bezerros - FOTO: Foto: Igo Bione/JC Imagem
Leitura:

O Bacalhau na Vara é de Paulista, o do Batata é de Olinda, o do Mercado da Boa Vista é do Recife, e o de Lula Vassoureiro é de Bezerros. Tá vendo só? Em tudo que é canto de Pernambuco ninguém quer deixar o Carnaval ir embora. E quem paga o pato é o pobre do peixe, que depois de espetado num pedaço de pau fica sacolejando e torrando ao sol (se não chover, claro), toda Quarta-Feira de Cinzas.

Na Cidade Alta de Olinda quem garante a festa é o Bacalhau o Batata, que em 2015 homenageia duas porta-estandartes da agremiação, Zeu (a primeira a carregar a vara) e Zezé (a atual). Fundado em 1962 pelo garçom Isaías Ferreira da Silva, o Batata, que morreu em 1993, o bloco chegará à Sé às 7h30, com uma batucada para esquentar os foliões. O desfile mesmo começa umas 10h.

“Vamos descer a Ladeira da Sé, entrar na Rua do Bonfim e seguir pelos Quatro Cantos e Ribeira. A ideia é passar na frente do prédio da prefeitura às 12h”, diz Fátima Araújo, sobrinha do fundador, e atual presidente da agremiação. Possivelmente, o estandarte exibido nos últimos 18 anos e desgastado pelo uso, será aposentado e substituído por outro, mais velho, porém em melhor estado, confeccionado pelo próprio Batata.

Com menos tempo de folia, mas com o mesmo tanto de disposição, o Bacalhau do Mercado da Boa Vista, no Centro do Recife, comemora 11 anos em 2015. O carnavalesco do bloco, Manoel Constantino, avisa que as quatro orquestras de frevo estarão a postos a partir das 10h e que terão três bacalhaus pendurados na vara, para serem beliscados pelos foliões, entre um passo e outro de tesoura. “É uma grande confraternização dos moradores da Boa Vista. O Maestro Forró também participa, como faz todos os anos”, comenta.

Nesta quarta-feira ingrata, até a terra dos papangus se rende ao bacalhau, sob a batuta do artesão Lula Vassoureiro, Patrimônio Vivo da cultura pernambucana. O desfile em Bezerros, no Agreste, é só à noite, com concentração às 19h na Praça de São Sebastião, de onde saem quase todos os blocos e troças da cidade. O bloco, criado em 1956 por Zé Vassoureiro, pai de Lula, reúne orquestra de frevo e mascarados.

Em Paulista, o Bacalhau na Vara sai às 11h da Avenida Lindolfo Collor (Paratibe), em homenagem ao ex-governador Eduardo Campos e ao ex-prefeito José de Castro Resende.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias