Rio de Janeiro

PF deflagra operação para prender empresários do setor de construção

Operação Gotham City tem como alvo empresários da construção civil acusados de lavagem de dinheiro

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 09/08/2017 às 11:08
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Operação Gotham City tem como alvo empresários da construção civil acusados de lavagem de dinheiro - FOTO: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 9, a Operação Gotham City para prender dois empresários do ramo de construção civil. Os alvos são Nuno Coelho, conhecido como "Batman", e Guilherme Neves Vialle, apelidado de "Robin". Neves está no exterior e, por isso, já foi pedida a sua inclusão na difusão vermelha da Interpol. Coelho foi preso em Curitiba.

Os dois são acusados da prática de lavagem de dinheiro. As suspeitas surgiram após ser deflagrada a Operação Ponto Final, na qual foi presa Dayse Deborah Alexandra Neves. Com ela, foram apreendidos documentos que indicam a provável existência de contas no exterior em seu nome, bem como a utilização dos empresários com a finalidade de ocultar a origem de recursos oriundos de atividades ilícitas. Dayse é casada com Rogério Onofre, ex-diretor do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Detro/RJ) e também alvo da Ponto Final.

Coelho e Vialle são sócios de dezenas de empresas, entre elas a VCG Empreendimentos Imobiliários e Kios Participações. Segundo o Ministério Público Federal, Dayse e seu marido faziam a lavagem de dinheiro de recursos ilícitos mediante a compra de imóveis em construção com o grupo empresarial de Coelho e Vialle. Eles são donos de 11 imóveis em empreendimentos das empresas de Coelho e Vialle.

As prisões preventivas foram decretadas pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pelos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias