GRANDE FORTALEZA

Moro autoriza envio da Força Nacional ao Ceará

A assessoria do Ministério da Justiça, pasta comandada por Sérgio Moro, informou que as tropas da Força Nacional já foram mobilizadas

Ana Tereza Moraes
Ana Tereza Moraes
Publicado em 04/01/2019 às 10:47
Foto: O Povo
FOTO: Foto: O Povo
Leitura:

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou o envio de tropa federal ao estado do Ceará. Cerca de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional seguem ainda nesta sexta-feira, 4, para o estado e atuarão por 30 dias em ações de segurança e apoio à Polícia Federal (PF), à Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e às forças policiais estaduais. Caso necessário, o prazo de atuação das tropas poderá ser prorrogado. O apoio federal foi solicitado pelo governador Camilo Santana (PT).

A decisão foi tomara após a série de episódios de violência que vem acontecendo desde a noite da última quarta-feira, 2. Em nota, a assessoria da pasta informou que "também foram consideradas a gravidade dos fatos, a necessidade de manutenção da segurança pública e o dever das forças policiais federais e estaduais de, por ação integrada, proteger a população civil e o patrimônio público e privado de novos incidentes".

O governador Camilo Santana (PT) havia solicitado o reforço de homens da Força Nacional de Segurança, Exército e Força de Intervenção Integrada (FIPI), para trabalhar em conjunto com os profissionais cearenses na resolução da crise.

Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: WhatsApp/O Povo
- Foto: WhatsApp/O Povo

Ataques

Desde a noite desta quarta-feira, 3, a Região Metropolitana de Fortaleza acumula registros de ataques a ônibus, além de uma tentativa de explosão a um viaduto, cuja suspeita de autoria recai sobre as facções criminosas do Estado. Nesta sexta, 4, foram pelo menos 30 ataques das 21 horas até 2 horas da manhã.

Em nota divulgada no fim da noite desta quinta-feira, 3, Sérgio Moro havia negado o envio imediato de tropas da Força Nacional. O ministério disse que a Força Nacional foi mobilizada "para se deslocar ao Estado em caso de deterioração da segurança". O Camilo Santana (PT), por sua vez, chegou a pedir até o envio do Exército ao Ceará. O governador chegou a dizer que Moro teria se colocado "à inteira disposição para o apoio necessário".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias