Astronomia

Gostou da Lua de Neve? Então se prepara que 2020 reserva mais eventos astronômicos

A Lua de Neve é a quarta mais cheia e mais brilhante, segundo especialistas

Alice Albuquerque
Alice Albuquerque
Publicado em 09/02/2020 às 21:54
Notícia
Foto: Alexandra Torres/JC
A Lua de Neve é a quarta mais cheia e mais brilhante, segundo especialistas - FOTO: Foto: Alexandra Torres/JC
Leitura:

A lua cheia atraiu olhares e muitos cliques neste fim de semana. Nesse sábado (8) e neste domingo (9) o satélite natural da Terra estava ainda mais surpreendente, recebendo o nome de Lua de Neve. Mas se você gostou do fenômeno, saiba que as superluas e até uma lua azul estão previstas no calendário lunar de 2020. 

De acordo com especialistas, o melhor momento para observar a Lua de Neve foi na noite deste domingo, quando ela atingiu o ponto mais alto no céu, próximo ao horário da meia-noite. A Lua de Neve não é a maior do ano, mas é a quarta mais cheia e mais brilhante. Seu nome remete às fortes nevascas que ocorrem ao longo de fevereiro no hemisfério norte.

História da superlua

O termo superlua foi criado pelo astrólogo norte-americano Richard Nolle em 1979. Ele definiu como superlua as ocorrências de Lua cheia em que o satélite estivesse dentro da linha de até 90% do ponto mais próximo da Terra.

Calendário astronômico 2020:

Para observar esses fenômenos astronômicos no Recife é indicado ir nos dois observatórios que existem na Região Metropolitana: Torre Malakoff, na Praça do Arsenal e no Observatório da Sé, em Olinda.

Superlua - No dia 9 de março teremos a primeira superlua, das três que teremos este ano. O fenômeno ocorre quando o satélite natural está mais próximo da Terra. O fenômeno será repetido em 7 de abril, com a maior lua do ano, e novamente em 9 de maio.

Chuva de Meteoros - O evento acontece em 21 e 22 de abril e será visível do hemisfério sul, chegando a ser visto no Brasil, mas com dificuldade.

Eclipse solar anular - O eclipse solar anular ocorre quando a Lua está longe demais da Terra para encobrir totalmente o Sol. Acontecerá no dia 21 de junho, mas não será visível do Brasil.

Eclipse solar total - O único eclipse solar total deste ano acontece apenas em 14 de dezembro. Nesse dia, a Lua irá encobrir totalmente o Sol. No Brasil, algumas partes do Norte e Nordeste irão ficar sem ver o eclipse.

>> Calendário astronômico 2020: veja os fenômenos imperdíveis deste ano

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias