Madeleine McCann

Portugal nega detenções no caso Maddie

Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu em 2007 do apartamento onde passava férias em uma zona turística do Algarve, Praia da Luz, ao sul de Portugal

Da AFP
Da AFP
Publicado em 29/01/2014 às 20:58
Foto: AFP
Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu em 2007 do apartamento onde passava férias em uma zona turística do Algarve, Praia da Luz, ao sul de Portugal - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Membros da polícia britânica, que investiga o desaparecimento da menina Madeleine McCann, se reuniram com colegas portugueses no Faro, no sul de Portugal, informou nesta quarta-feira (29) a polícia portuguesa, negando que tenham ocorrido detenções.

"Não ocorreram detenções", declarou à AFP Pedro do Carmo, vice-diretor nacional da polícia judicial portuguesa. A Scotland Yard também negou as prisões, anunciadas pelos meios de comunicação britânicos, e disse que seus agentes se reuniram não uma, mas várias vezes com seus colegas portugueses por este caso.

"Ontem (terça-feira) ocorreu uma reunião de trabalho no Faro, assim como outras que aconteceram anteriormente, de maneira regular", explicou a polícia britânica.

Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu em 2007 do apartamento onde passava férias em uma zona turística do Algarve, Praia da Luz, ao sul de Portugal.

As autoridades portuguesas encerraram o caso em 2008, mas a Scotland Yard o retomou há dois anos a pedido do próprio governo britânico, e abriu sua própria investigação em julho do ano passado.

Os pais da menina levaram adiante uma campanha durante seis anos para encontrar Madeleine, que eles acreditam que foi sequestrada e que continua viva.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias