Polêmica

Companhia aérea indiana é advertida por causa de coreografia de tripulantes

As tripulações de cinco aviões da SpiceJet que realizavam voos domésticos ofereceram aos passageiros uma coreografia de dois minutos e meio na segunda-feira passada

Da AFP
Da AFP
Publicado em 21/03/2014 às 10:56
Foto: Reprodução/ Vídeo
As tripulações de cinco aviões da SpiceJet que realizavam voos domésticos ofereceram aos passageiros uma coreografia de dois minutos e meio na segunda-feira passada - FOTO: Foto: Reprodução/ Vídeo
Leitura:

A companhia aérea indiana de baixo custo SpiceJet foi advertida pelas autoridades de aviação civil após as tripulações de cinco aviões apresentarem uma coreografia ao estilo de Bollywood em pleno voo, por ocasião da festa indiana da primavera.

As tripulações de cinco aviões da SpiceJet que realizavam voos domésticos ofereceram aos passageiros uma coreografia de dois minutos e meio na segunda-feira passada, dia do Holi, o festival de cores que marca a chegada da primavera.

Devido à coreografia, a direção geral da aviação civil (DGAC) ameaçou suspender a licença da SpiceJet, enquanto o espetáculo chegava às redes sociais via smartphones de passageiros.

A SpiceJet, que confirmou a iniciativa, suspendeu um de seus copilotos que apareceu gravando a cena com seu smartphone.

Os passageiros jamais correram risco, pois ao menos um piloto e um membro da tripulação permaneceram na cabine de comando durante o show, destacou a companhia aérea.

Para a DGCA, a coreografia poderia ter criado um ambiente a bordo "fora do controle" da tripulação.No total, cerca de 30 membros do pessoal da SpiceJet foram preparados por um coreógrafo para as apresentações.

A companhia aérea indiana de baixo custo SpiceJet foi advertida pelas autoridades de aviação civil após as tripulações de cinco aviões apresentarem uma coreografia ao estilo de Bollywood em pleno voo, por ocasião da festa indiana da primavera.

As tripulações de cinco aviões da SpiceJet que realizavam voos domésticos ofereceram aos passageiros uma coreografia de dois minutos e meio na segunda-feira passada, dia do Holi, o festival de cores que marca a chegada da primavera.

Devido à coreografia, a direção geral da aviação civil (DGAC) ameaçou suspender a licença da SpiceJet, enquanto o espetáculo chegava às redes sociais via smartphones de passageiros.

A SpiceJet, que confirmou a iniciativa, suspendeu um de seus copilotos que apareceu gravando a cena com seu smartphone.

Os passageiros jamais correram risco, pois ao menos um piloto e um membro da tripulação permaneceram na cabine de comando durante o show, destacou a companhia aérea.

Para a DGCA, a coreografia poderia ter criado um ambiente a bordo "fora do controle" da tripulação.No total, cerca de 30 membros do pessoal da SpiceJet foram preparados por um coreógrafo para as apresentações.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias