Epidemia

França examinará passageiros em aeroportos contra ebola

Vírus já matou mais de 4 mil pessoas

Adriana Oliveira
Adriana Oliveira
Publicado em 15/10/2014 às 15:18
Leitura:

A França anunciou nesta quarta-feira que começará a avaliar o estado de saúde de passageiros vindos de países atingidos pela epidemia do ebola. A decisão foi tomada na esteira da contaminação de profissionais de saúde em outros países, como os Estados Unidos e a Espanha, que enfrentam desafios para monitorar pessoas que possam ter contato com o vírus.

O gabinete do presidente François Hollande anunciou as medidas preventivas após o chefe de Executivo ter realizado uma videoconferência com o presidente Barack Obama, dos EUA, e líderes do Reino Unido, Alemanha e Itália.

Medidas semelhantes já foram adotadas por aeroportos dos EUA e Reino Unido, onde as temperaturas dos passageiros têm sido checadas à distância, por meio de equipamentos especiais. O objetivo é identificar sinais de febre, um dos sintomas mais comuns do ebola, e isolar possíveis casos de contágio.

Os cinco representantes também discutiram as crises geopolíticas na Síria e Ucrânia, afirmou o governo francês em declaração. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias