ACIDENTE

Ônibus cai em precipício e deixa 15 mortos e 15 feridos no Equador

Segundo o presidente Rafael Correa, imprudência no trânsito está em situação crítica

Da AFP
Da AFP
Publicado em 08/11/2014 às 17:40
Leitura:

Pelo menos 15 pessoas morreram, e 15 ficaram feridas, na queda de um ônibus em um precipício na madrugada deste sábado (8), quando se dirigia para Quito - informou o presidente do Equador, Rafael Correa.

"Há 15 mortos e 15 feridos em estado grave. Os serviços de resgate agiram com diligência", declarou Correa, em seu programa semanal de rádio e televisão, transmitido da província de Sucumbíos (leste).

Em um primeiro momento, o Serviço Integrado de Segurança ECU 911 relatou que o número de vítimas chegava a 14 mortos e 16 feridos. As autoridades ainda não divulgaram o número de ocupantes no veículo.

O presidente Correa afirmou que "as causas do acidente serão investigadas, mas que, muitas vezes, acontecem por imprudência". Ele disse ainda que, aparentemente, o ônibus tentava ultrapassar um caminhão de carga, quando aconteceu a tragédia.

O veículo cobria a rota entre o porto pesqueiro de Manta (sudoeste) e Quito e caiu de uma altura de "uns 500 metros" na via Alóag-Santo Domingo - relatou o ECU 911.

"Isso está ficando realmente crítico", afirmou Correa, que manifestou sua solidariedade com os feridos e com os familiares das vítimas.

Em 2010, na véspera do Natal, um ônibus com excesso de lotação caiu de um abismo depois de sofrer um problema mecânico, no trajeto entre Quito e a província costeira de Manabí (sudoeste). Pelo menos 35 pessoas morreram, incluindo sete crianças, e 31 ficaram feridas.

O Equador registra uma média diária de 13 mortos em acidentes de trânsito, provocados principalmente pela imprudência dos motoristas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias