Justiça

Bilionário e ex-funcionário do governo condenados por corrupção em Hong Kong

Herdeiro de império imobiliário, Thomas Kwok foi condenado a cinco anos de prisão por subornar um ex-alto funcionário do governo local

Danilo Galindo
Danilo Galindo
Publicado em 23/12/2014 às 8:59
Foto: PHILIPPE LOPEZ / AFP
Herdeiro de império imobiliário, Thomas Kwok foi condenado a cinco anos de prisão por subornar um ex-alto funcionário do governo local - Foto: PHILIPPE LOPEZ / AFP
Leitura:

Um bilionário de Hong Kong, herdeiro de um império imobiliário, foi condenado nesta terça-feira (23) a cinco anos de prisão por subornar um ex-alto funcionário do governo local, que por sua vez foi condenado a sete anos e meio de prisão.

O caso provocou polêmica na ex-colônia britânica, que foi devolvida a China em 1997, um importante centro financeiro que tenta projetar uma imagem positiva. 

Thomas Kwok, 63 anos, foi considerado culpado de subornar o ex-número dois do governo de Hong Kong Rafael Hui. Seu irmão, Raymond Kwok, 61 anos, foi absolvido.

O tribunal considerou Hui, 66 anos, culpado de cinco acusações de corrupção, o que o transforma no principal político de Hong Kong condenado por aceitar suborno.

Segundo a acusação, Hui recebeu 34 milhões de dólares de Hong Kong (4,38 milhões de dólares), sob a forma de empréstimos vantajosos e privilégios, como o uso de um apartamento de luxo sem precisar pagar.

"Sua prevaricação foi uma imensa decepção para muitos moradores de Hong Kong", afirmou o juiz Andrew Macrae durante a leitura da sentença.

"É vital que o governo e os ambientes econômicos de Hong Kong permaneçam e sejam vistos como livres de corrupção", completou o magistrado, que elogiou os esforços da China para tentar erradicar a prevaricação em todos os níveis do Partido Comunista.

Dois empresários influentes, que atuaram como intermediários, foram condenados no processo a penas de cinco a seis anos de prisão.

Os agentes da comissão de luta contra a corrupção prenderam os irmãos Kwok, que estão na lista das pessoas mais ricas do mundo, e Hui em março de 2012. 

Os irmãos Thomas e Raymond Kwok aparecem na posição de número 64 na lista de pessoas mais ricas do mundo da revista Forbes, com um patrimônio avaliado em 14,5 bilhões de dólares. 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias