oriente médio

Bombardeios contra o EI na Síria matam 37 civis

Os jihadistas, no país, lutam contra o regime, os rebeldes e os curdos ao mesmo tempo

Da AFP
Da AFP
Publicado em 26/12/2014 às 9:17
Leitura:

Trinta e sete civis, incluindo sete crianças, morreram em bombardeios do exército sírio contra duas cidades em poder do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na região norte do país, segundo o balanço atualizado de uma ONG.

Os bombardeios aconteceram na quinta-feira (25) nas cidades de Al Bab e Qbasin, na província de Aleppo (norte), segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), que informou inicialmente um balanço de 21 morto.

"Pelo menos 37 civis, entre eles sete crianças, três adolescentes e duas mulheres, morreram nos ataques da aviação", afirma um comunicado da ONG. Dez feridos estão em situação crítica.

O EI, que controla amplas faixas de território no Iraque e na Síria, é alvo de ataques aéreos tanto da coalizão liderada pelos Estados Unidos como do exército sírio.

Na Síria, o grupo jihadista luta ao mesmo tempo contra o regime, os rebeldes e os curdos.

Na quinta-feira, quase 60 jihadistas morreram em combates contra as forças curdas no norte da Síria, segundo o OSDH.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias